ATLÉTICO-MG X SÃO PAULO

Sobe

ROGÉRIO CENI: excelente partida, com três defesas maravilhosas. Acho, até, que poderia ter saído no cruzamento que redundou o gol do Atlético, mas não podemos depositar em suas costas o ônus da derrota de hoje.

PAULO MIRANDA: mais uma boa partida, tanto jogando como zagueiro pela esquerda, depois pela direita e no fim pela lateral. Vai crescendo no meu conceito, apesar de ainda achar que é muito fraco para ser titular do São Paulo. Mas não está entre os piores zagueiros que temos no elenco.

 

Desce

JADSON: dependemos dele para criar jogadas. Voltou a errar passes bizarros e fazer jogadas medonhas. A bola parece queimar seus pés e ele quer se livrar logo dela. Aí começa a cometer erros infantis e amadores.

LUCAS: outro de quem dependíamos e dependemos diretamente para um bom jogo. Hoje se omitiu. É fato que foi prejudicado com a expulsão de Douglas, mas ele poderia ter rendido um pouco mais do que rendeu.

ARBITRAGEM: Sandro Meira Ricci consegui acabar com o São Paulo. O cartão amarelo aplicado em Maicon com 4 minutos de jogo, sem justa causa; a não aplicação de cartão amarelo em Ronaldinho, que fez jogada idêntica a Maicon; a expulsão absurda de Douglas; o cartão amarelo, depois, para Ronaldinho, que seria o vermelho; um cartão amarelo para Leonardo Silva que deu uma gravata em Osvaldo, que ia em direção ao gol, ao invés do vermelho; apitou o fim de jogo quando Lucas se preparava para chutar ao gol. Quer mais? Outros tantos lances contra nós e nada contra eles. Há muito tempo não fico tão revoltado com uma arbitragem como a de hoje. Vá para o inferno, Sandro Meira Ricci!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.