Wesley pede que Centurión aprenda a lição: “Eu também quis revidar”

Na última quarta-feira, o São Paulo fez um jogo nervoso contra o Toluca, no México e, mesmo com a derrota por 3 a 1, confirmou a classificação da equipe para as quartas de final da Copa Libertadores. A partida, porém, não foi tranquila e teve muita provocação por parte dos mexicanos, o que culminou em uma cusparada do atacante Centurión, que acabou expulso.

Além do cartão vermelho, que suspende automaticamente o jogador do confronto da próxima quarta-feira, contra o Atlético-MG, no Morumbi, a atitude do argentino ainda pode fazer com que Centurión perca toda a competição sul-americana, já que a punição mínima neste caso é de seis jogos. O volante Wesley, que confessou ter tido vontade de revidar as provocações, espera que o caso sirva de lição para o colega.

“Hoje em dia, pela quantidade de câmeras no jogo, não dá para fazer nada. Nem sei lá, dar uma beliscada não tem como. Se falar que não dá vontade, dá, mas nessa hora tem de ter paciência e sabedoria. Se for jogar tem de ter cabeça fria, porque, se não, toma outro rumo. Uma situação dessas pode prejudicar o trabalho. Não que o Centurión prejudicou, mas que sirva de lição. Ele é importante e mostrou isso quando entrou”, disse o volante.

Wesley ainda ressaltou a dificuldade da competição, que além da parte técnica, exige que os atletas mantenham a calma com as partidas nervosas, entradas duras e provocações. Nesta edição, além de Centurión, o Tricolor já teve Dênis, Calleri e João Schmidt expulsos.

“Todo mundo sempre fala que tem de ser cascudo, experiente, e nosso time é uma mescla. É importante para amadurecer, por tudo que há no futebol. Nessa mescla, todos são importantes, os mais experientes e os mais novos. Quando a competição for afunilando, a gente vai aproveitar essa experiência no final”, disse o volante, que ainda vê margem para evolução no elenco tricolor.

“A gente tem muito o que evoluir ainda, mas precisamos evoluir dentro da competição. Se tratando de um trabalho a longo prazo, sabemos onde precisamos focar. Exige experiência, calma, para saber lidar com qualquer tipo de situação. Temos muito a evoluir ainda, é bom isso, sinal de que ainda temos margem para melhora. Sabemos que estamos no caminho certo”, finalizou.

O São Paulo começará a decidir a vaga para a semifinal da Copa Libertadores contra o Atlético-MG, no estádio do Morumbi. A partida está marcada para quarta-feira (dia 11), às 21h45 (de Brasília). O jogo de volta ocorre no mesmo horário, na semana seguinte (dia 18), no estádio Independência

 

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.