Tricolornaweb relembra conselheiros que votaram em Leco

De algumas semanas para cá tenho recebido muitos pedidos, pelo nosso portal, por e-mails, por redes sociais, para que tornemos pública a lista de conselheiros que votaram em Leco, na eleição de abril de 2017. Na época fizemos essa divulgação e, puxando na pesquisa do site, é fácil encontrar.

De qualquer maneira, vou republicar essa lista, destacando, no entanto, alguns pontos:

  • Alguns conselheiros que votaram em Leco hoje se encontram na oposição.
  • Alguns conselheiros que não votaram em Leco, hoje ocupam cargos na diretoria. O próprio ex-presidente José Eduardo Mesquita Pimenta, candidato de oposição a Leco, aderiu à sua gestão.
  • Há mistérios que não consigo desvendar. Até sei de “causos” mas, sem provas, é melhor me calar. Mas, como diria aquele Zé da esquina, “tô na bota”.

Eis a lista:

Adalberto Garcia Pena

Adhemar Faleiros Filho

Adilson Alves Martins

Affonso Covello Netto

Alberto de Jesus Belluzia

Anselmo Cagnin Filho

Antonio de oliveira Rego

Antonio de Pádua Carvalho Jr.

Antonio Ferreira de Andrade

Antonio José Baptista Ferreira

Antonio Luiz Belardo

Antonio marcos Godói Marinheiro

Antonio Peralta

Arismar Alves Mion

Arlindo Rochel

Arthur Palaia

Arthur Eliseu da Silva

Augusto Tasheim Higa

Carlos Caboclo

Carlos Augusto Barros e Silva

Carlos Belmonte

Carlos Eduardo de Andrade

Carlos Eduardo Monteiro Teixeira

Carlos Sadi

Deusdete Rodrigues Filho

Domingos Antonio D’Angelo Jr.

Douglas Valverde

Edson Lapolla

Eduardo Rebouças Monteiro

Egas Dirson Galbatti

Elias Albarello

Eurico Kihara

Fernando Bracalle

Francesco Moretto Jr.

Geraldo Salvi

Guilherme Sanches Ferreira

Harry Massis Jr.

Hélio Curado de Toledo

Homero Bellintani Filho

Ivan Natel

João Ademar Lopes

João Hercílio de Paula

João Paulo de Jesus Lopes

Joercy Lurdes Nardi

José Acras

José Alberto Rodrigues dos Santos

José Alcântara Filho

José Alexandre Médicis da Silveira

José Augusto Bastos Neto

José Carlos Ferreira Alves

José Carlos Mendes Fernandes

José Eduardo Aranha

José Francisco Manssur

José Hygino Marangon

José Inocêncio Santos oliveira

José Jacobson Neto

José Miguel de Andrade

José Moreira

José Reis July

José Willy Luciano Guiacconi

José Roberto Canassa

Julio Casares

Júlio Martins de Moraes

Kazuhiro Yano

Kenkichi Ricardo Atoji

Laert Natel

Leonardo Serafim dos Anjos

Luiz Carlos Canassa

Manoel Lauro de Pontes

Manoel José Moreira

Marcela Costa de Oliveira Gatti

Marcelo Benedicto Souza Jr.

Marcelo Abranches Pupo Barbosa

Marcelo Portugal Gouvea

Marcio Carlomagno Araujo

Marcio Malamud

Marcio Sanzi

Marco Antonio Arezes

Marco Antonio Nunes Paixão

Marco Aurélio Cunha

Marcos Francisco de Almeida

Marcos Tadeu Novais dos Santos

Mario Ferrari

Mario Jorge Paredes

Mário Lourenço

Mauricio Natel

Maurício Gemignani

Maurício Caboclo

Mauro Sernardes Castro

Nelson Costa

Onofre Boccuzzi

Orlando Rossini Jr.

Osvaldo Vieira de Abreu

Ovidio Pereira da Silva

Paulo de Barros Carvalho

Paulo Mutti

Paulo Nascimento de Godoy

Paulo Roberto de Castro Nogueira

Paulo Sergio Ramos

Pedro Liste

Ricardo Natel

Ricardo Rebouças Monteiro

Roberto Marcio da Costa Florim

Roberto Natel

Roberto Minami

Rodrigo Gaspar

Roge Davi

Rogerio Martins

Sergio Galindo

Sergio Tomita

Sergio Viola Alves

Silvio Francesco de Fazio

Silvio Médici

Soraia Augusto Guadelupe

Tércio Molica

Themistocles Almeida

Valdir Hamed Humar

Waldo José Vallim Braga

Wilton Brandão Parreira

16 comentários em “Tricolornaweb relembra conselheiros que votaram em Leco

  1. Minha opinião:
    – alguém que votou no presidente atual e agora o critica pela péssima gestão do futebol não é necessariamente um traidor sem caráter. Pode ser apenas uma pessoa independente, de bom senso.
    – um outro Conselheiro que votou na oposição e hoje ocupa cargo na gestão não é necessariamente um vendido, sem escrúpulos. Pode ser simplesmente um indivíduo que ama tanto o SPFC que se dispõe a colaborar com a instituição mesmo tendo algumas divergências de opinião.

    Não me preocupam tanto os que mudaram de lado, mas sim aqueles que mantém cegamente uma posição e seguem defendendo o indefensável – qualquer semelhança com a política nacional não é mera coincidência.

    Após as eleições os 240 Conselheiros deveriam esquecer a questão das chapas e grupos e votar e se manifestar e agir sempre no melhor interesse da instituição e não para defender “um lado”.

    Existem os que buscam apenas benefícios pessoais e pulam de um lado para o outro ao sabor das marés? Sim, é possível.

    A minha visão é que o Conselho é composto em sua maioria por bons São-paulinos, mas que nem todos têm o preparo, experiência e vivência no Clube para agirem de forma mais independente e crítica.

  2. Paulo, tem uma história aí rolando de que o Leco pediu pros corinthianos se ele poderia tocar na teça de campeão do Paulista. Você ouviu algo sobre isso?

  3. O candidato era José Eduardo Mesquita Pimenta, ex -presidente que um dia foi expulso do Conselho por TER SIDO CONSTATADO ato de CORRUPÇÃO. ( tem gravação dele pedindo dinheiro para o empresário de nome TODÉ)
    Voltou ao Clube em função de um movimento politico feito por Juvenal Juvêncio.

  4. Paulo Pontes, parabéns!!!
    Falo há mais de 15 dias que não poderíamos nos empolgar com o time chegando na final do paulista e esquecermos o desastre que essa administração vem sendo para o São Paulo.
    Uma das mais vergonhosas eliminações da história do São Paulo, que foi a da fase preliminar da da Libertadores para um time fraco que não teve capacidade de vencer o jogo seguinte é muita incompetência.
    Erros absurdos de planejamento e a manutenção de um aprendiz de técnico no final de 2018 deveriam ser motivos de demissão em qualquer empresa séria.
    Mas nada acontece no São Paulo.
    Basta investir milhões na contratações de reforços e de um novo técnico a toque de caixa, arrasando os cofres já endividados do clube, que muita gente esquece esses fracassos.
    Nenhum conselheiro fala nada sobre o comprometimento das receitas futuras do clube com a captação dinheiro via FIDC a 160% do CDI, nitidamente para cobrir o rombo deixado pela eliminação precoce da Libertadores?

    • Veja, só quero deixar claro que há muitos, eu disse MUITOS conselheiros conscientes, que votaram, digamos, no menos pior na época. Independente de continuarem na situação ou terem ido para a oposição, merecem nosso respeito. Não podemos jogar todos no mesmo balaio.

      • Concordo.
        Muitas vezes, numa eleição mesmo, só resta a opção do menos pior. Faz parte do processo democrático;
        Entretanto, assim como na vida pessoal, não é porque um conselheiro votou naquela pessoa, naquele momento, tem que morrer abraçado com ela e não se posicionar contra o que está errado.
        A minha percepção, é que a maioria dos conselheiros simplesmente ignora os erros da administração atual, justamente por causa dessa ‘fidelidade’ partidária.

  5. Algum deles é São Paulino? Certeza que metade só está aí pelas regalias e benefícios que o Leco oferece a eles…. bandidos… #foraleco

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.