Tricolor volta à altitude para garantir vaga nas quartas contra o Toluca

Só uma tragédia impedirá o São Paulo de avançar às quartas de final da Copa Libertadores. Após golear o Toluca por 4 a 0, no Morumbi, o time do técnico Edgardo Bauza volta a campo às 19h15 (de Brasília) dessa quarta-feira, no estádio Nemesio Díez, para realizar o segundo jogo das oitavas de final contra o clube mexicano. Além de ser obrigado a segurar a pressão do rival, o Tricolor terá de superar os 2.600 metros de altitude da cidade de Toluca para sair classificado.

A altitude já foi um incômodo obstáculo para o São Paulo no heroico empate por 1 a 1 com o Strongest, em La Paz, que garantiu a classificação ao mata-mata da Libertadores. Na capital boliviana, os tricolores enfrentaram a altura de 3.600 metros. Para se prevenir dos efeitos climáticos, no entanto, Bauza voltará a utilizar uma trinca de volantes composta por Hudson, Thiago Mendes e Wesley. O meia Paulo Henrique Ganso será opção no banco de reservas para entrar no segundo tempo e segurar a bola.

“Se não jogarmos com inteligência, nós chegaremos à última meia hora do jojo com problemas. É uma altura que conheço bem, porque é bem parecida com a de Quito”, afirmou o Patón, que já conquistou a Libertadores quando dirigia os equatorianos da LDU. “Já vivemos essa situação contra o Strongest. Temos de jogar um jogo inteligente, não tentar entrar no ritmo que o Toluca vai impor nos primeiros minutos”, acrescentou.

Outras novidades para o São Paulo estão concentradas nos retornos de Denis e Calleri. A dupla cumpriu suspensão na goleada contra o Toluca e está à disposição para iniciar o duelo entre os titulares. O arqueiro tomará a vaga que foi ocupada por Renan Ribeiro, enquanto o atacante assume o posto de Centurión. “Ele vem conquistando o seu espaço a cada jogo. É um jogador que tem espírito de vencedor. Quer vencer, e isso acrescentou bastante para nós”, disse Rodrigo Caio, ao analisar a volta do artilheiro da Libertadores, com oito gols.

José Saturnino Cardozo Otazú, técnico do Toluca, do México, durante treino no estádio do Morumbi, São Paulo SP, 27/04/2016, Foto: Fernando Dantas/Gazeta Press
José Cardozo assegurou que se despedirá do Toluca após enfrentar o São Paulo (Foto: Fernando Dantas/Gazeta Press)

A dúvida está concentrada na condição do zagueiro Maicon. Um dos símbolos da recuperação tricolor no torneio, o defensor está com febre e não participou dos últimos dois treinamentos do São Paulo no México. Ele assegurou aos jornalistas que atuará no confronto, mas, caso não esteja apto, será substituído por Lucão.

Já o Toluca encara o São Paulo em clima de despedida. A equipe foi eliminada do Campeonato Nacional e, depois do jogo com o Tricolor, dirá adeus ao técnico José Cardozo. O paraguaio foi ídolo como jogador do time mexicano e comunicou a torcida que pedirá demissão assim que o duelo com os brasileiros tiver fim. Para o elenco do Toluca, a oportunidade de proporcionar uma saída honrada ao comandante é o que motiva os jogadores.

“Eu lamento muito essa situação. Para mim, ele é um écnico muito bom. Mas estamos focados no jogo de quarta-feira, tanto ele como nós. E acredito que vamos reverter isso. Temos que conquistar o resultado em casa e, se Deus quiser, o nosso time vai conseguir a virada”, disse o atacante Alexis Vega.

FICHA TÉCNICA
TOLUCA X SÃO PAULO

Local: Estádio Nemesio Díez, em Toluca (México)
Data: 04 de maio de 2016, quarta-feira
Horário: 19h15 (de Brasília)
Ártbitro: Wilson Lamouroux (Colômbia) 
Auxiliares: Wilmar Navarro e Alexander Leon (ambos da Colômbia)

TOLUCA: Talavera; Jordan Silva, Galindo, Paulo da Silva e Rojas; Gamboa, Esquivel, Lobos e Cueva; Rios e Trivério
Técnico: José Cardozo

SÃO PAULO: Denis; Bruno, Maicon, Rodrigo Caio e Mena; Hudson, Thiago Mendes, Wesley, Kelvin e Michel Bastos; Calleri
Técnico: Edgardo Bauza

 

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.