Solução para o ataque? Wellington Nem tem 39 jogos e 12 gols em 4 anos

Não foram poucos os jogos do São Paulo nessa temporada que culminaram em tropeços principalmente por causa da má pontaria dos jogadores de frente. A equipe tem o quinto pior ataque do Campeonato Brasileiro e um dos piores aproveitamentos levando em conta o número de finalizações por jogo. Por isso, dirigentes, os técnicos que passaram pelo clube e até mesmo os jogadores não escondem que a prioridade para 2017 é reforçar o setor ofensivo. Ricardo Oliveira era um desejo, mas já foi descartado. Por outro lado, Wellington Nem já treina com o grupo e foi apresentado nesta quarta.

O problema é que veloz e habilidoso ponta direita não tem mostrado em campo um desempenho que possa encher o torcedor de esperança diante de uma questão tão alarmante. O carioca fez apenas 39 jogos nos últimos quatro anos. Número muito baixo para um atleta de alto rendimento. Além disso, o jogador balançou as redes apenas 12 vezes nesse longo período.

O histórico do primeiro reforço de Rogério Ceni não é bom. Nem só fez mais de 20 partidas em 2011 (28 jogos) e 2012 (41 jogos). No ano seguinte, ainda pelo Fluminense, foram apenas 10 aparições nos gramados. Em julho do mesmo ano, o atacante acertou com o Shakhtar Donetsk, mas sofreu com lesões, não se adaptou ao futebol ucraniano e fechou 2013 com mais cinco partidas apenas. As últimas três temporadas foram decepcionantes: oito partidas em 2014/2015; nove partidas em 2015/2016; e sete jogos em 2016/2017. Vale lembrar que as temporadas europeias começam e terminam no meio dos anos.

Com tantas ausências é óbvio que a aposta são-paulina não teria bons números para apresentar também como goleador. Apesar que até quando viveu sua melhor fase na carreira, o jogador nunca se destacou pelos gols, tanto que, ao todo, desde 2011, quando passou a atuar entre os profissionais, o baixinho de 1,67m correu para o abraço só 30 vezes. Seu melhor desempenho nesse quesito foi justamente em 2011, quando marcou nove gols.

Emprestado até dezembro do ano que vem ao São Paulo, Wellington Nem não tem nenhum gol nessa temporada europeia e a última vez que entrou em campo foi dia 9 de setembro. Já que as férias para a maior parte dos jogadores no Brasil começam na segunda-feira, Nem provavelmente completará quatro meses sem jogar uma partida de futebol antes de estrear com a camisa tricolor na Florida Cup, em Orlando, ao que tudo indica.

Para tentar animar o torcedor são-paulino, Wellington Nem lembrou, nesta quarta, que segue sendo um jogador de improviso, que vai para cima e pode abrir espaço e criar oportunidades para os companheiros marcarem os gols. Além disso, comemorou o fato de poder jogar sob forte calor novamente, longe do frio da Ucrânia, e garantiu que está 100% fisicamente, apesar do longo tempo inativo. Agora, resta aguardar a esperar a resposta em campo, a partir de janeiro.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

Um comentário em “Solução para o ataque? Wellington Nem tem 39 jogos e 12 gols em 4 anos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*