Sem fórmula mágica, Muricy pede paciência ao São Paulo contra a Ponte

Muricy Ramalho não prepara nenhuma grande surpresa no São Paulo para enfrentar a Ponte Preta, quarta-feira, às 21h50m, em Mogi Mirim, pelas semifinais da Copa Sul-Americana. Com um elenco limitado, o treinador já adiantou que não pensa em fazer mudanças na equipe. No entanto, cobra calma dos jogadores para tentar inverter o placar de 3 a 1 sofrido no Morumbi.

– Temos de jogar mais juntos. A Ponte teve muito espaço. Não podemos deixá-los jogar. Vamos procurar os gols com paciência. Não adianta querermos tirar a vantagem em um só tempo – afirmou.

O resultado do primeiro deixou o time de Campinas muito perto da classificação. O São Paulo avança à decisão se fizer 3 a 0. O Tricolor também pode se classificar com uma vantagem de dois. Mas, para isso, necessita fazer no mínimo quatro. Assim, seria finalista em virtude de ter anotado um a mais que a Macaca como visitante.

– É um jogo duro. A vantagem da Ponte é muito grande – disse.

Muricy não pensa em mexer na equipe que empatou com o Botafogo. Também por não ter muitas alternativas de confiança no elenco. Douglas voltou no lugar de Lucas Evangelista no meio de campo. Já no ataque, Ademilson e Aloísio tiveram bom desempenho frente aos cariocas e só sairão se estiverem lesionados. Luis Fabiano deve ficar no banco.

– Não deve mudar muita coisa. Não temos muito o que mudar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*