São Paulo perde em Criciúme e precisa de vitória simples no jogo de volta

O Criciúma não tomou conhecimento do embalado São Paulo e venceu a equipe paulista por 2 a 1 na noite desta quinta-feira, no Heriberto Hülse, em Santa Catarina, pelo jogo de ida da segunda fase da Copa Sul-Americana. Com boa parte dos titulares poupados, o time de Muricy Ramalho foi dominado em campo pelo Tigre do Wilsão.

Os gols a favor dos mandantes saíram dos pés de Silvinho e Lucca, com assistência de Wellington Bruno e Paulo Baier, respectivamente. Os visitantes, que vinham de quatro vitórias seguidas no Campeonato Brasileiro, balançaram as redes com Alexandre Pato, após lindo lançamento de Michel Bastos.

 

No jogo de volta, o São Paulo precisa vencer por 1 a 0 ou qualquer placar com dois ou mais gols de vantagem para seguir vivo na competição. A partida acontece na próxima quinta-feira, dia 4, às 22h, no Morumbi.  Quem avançar enfrenta, na próxima fase da Copa Sul-Americana, o vencedor do duelo entre Independiente del Valle (EQU) e Cerro Porteño (PAR).

 

Ambas as equipes voltam a campo no próximo domingo, às 16h, pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro. O São Paulo visita o Figueirense no Orlando Scarpelli, em Florianólis (SC). O Criciúma, por sua vez, viaja até Recife (PE), onde encara o Sport, na Ilha do Retiro.

 

O JOGO

 

Com equipe mista, o São Paulo sofreu, ao menos nos minutos iniciais, no que diz respeito ao entrosamento. Não à toa, logo aos 15 minutos da etapa inicial, o Criciúma abriu o marcador. Wellington Bruno acertou lindo lançamento para Silvinho, que deixou o lento Edson Silva para trás e, de frente para Rogério Ceni, estufou as redes do Heriberto Hülse.

 

Aos poucos, no entanto, o time do técnico Muricy Ramalho foi se ajeitando. Com mais bola no chão e acerto de passes, a equipe conseguiu chegar, aos 27 minutos, ao tento de empate. Michel Bastos, até então perdido em campo, acertou precisa assistência para Alexandre Pato, que se adiantou à marcação para deixar sua marca.

 

Com pique de quem buscaria a virada, o Tricolor do Morumbi acabou surpreendido pelos mandantes. Aos 35 minutos, Paulo Baier acertou calcanhar e balançou as redes. O gol foi anulado corretamente devido à posição de impedimento do camisa 10. Nada que impedisse o incansável meia de 39 anos de, oito minutos depois, rolar brilhante bola para Lucca, que se aproveitou de nova falha da defesa tricolor para colocar o Tigre mais uma vez em vantagem no placar.

 

Com o resultado a seu favor, o Criciúma foi quem voltou melhor à segunda etapa. Silvinho e Paulo Baier mandaram dois chutes para fora e, na sequência, o veterano cruzou na medida para o atacante cabecear na trave de Rogério Ceni.

 

Somente aos 28 minutos o São Paulo deu sua primeira finalização no segundo tempo. Pato recebeu lançamento de Álvaro Pereira e cabeceou para fora. Na sequência, Boschilia também teve sua chance, mas chutou nas redes pelo lado de fora.

 

E foi com Alan Kardec no banco e com o inexperiente Ewandro em campo, na vaga do inexistente Ademilson, que o São Paulo encerrou a partida. Apito final e muita festa do Criciúma, que jogou melhor e conquistou merecido triunfo nos primeiros 90 minutos dos 180 da decisão.

 

FICHA TÉCNICA

 

CRICIÚMA 2 X 1 SÃO PAULO

Local: Heriberto Hülse, em Criciúma (SC)
Data/Hora: 28/8/2014– 20h
Arbitro: Julio Bascuñan (CHI)
Auxiliares: Sergio Roman (CHI) e Juan Maturana (CHI)
Gols: Silvinho (15’/1ºT), Alexandre Pato (27’/1ºT), Lucca (42’/1ºT)
Público e Renda: 8.036 torcedores/ R$ 123.780,00
Cartões Amarelos: Lucca, Ronaldo Alves, Lucão,Hudson

CRICIÚMA:  Bruno; Luis Felipe, Alcides, Ronaldo Alves e Giovanni; Serginho, Wellington Bruno (Rafael Costa 23’/2ºT), João Vitor e Paulo Baier (Michael 40’/ 2ºT); Silvinho (Maurinho 32’/2ºT) e Lucca. Técnico: Wilson Vaterkemper

SÃO PAULO: Rogério Ceni, Paulo Miranda, Lucão, Edson Silva, Alvaro Pereira; Hudson, Souza, Michel Bastos e Maicon (Boschillia 16’/2ºT); Alexandre Pato e Ademilson (Ewandro 25’/2ºT) . Técnico: Muricy Ramalho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*