São Paulo já está formatado no novo modelo de gestão

São Paulo já está formatado no novo modelo de gestão, que é determinado pelo novo estatuto. A afirmação foi feita pelo diretor Administrativo, Rodrigo Gaspar, em entrevista exclusiva ao Tricolornaweb. Ha um ano, quando a nova gestão começou, ainda havia muita coisa errada no campo administrativo. Mas revisitando algumas pastas, principalmente o setor de tecnologia, os quadros foram reajustados.

Rodrigo Gaspar disse que para esse ajuste ser feito, algumas demissões foram necessárias, de forma a adequar a estrutura ao que é necessário para o clube. Ele salientou a importância da profissionalização da diretoria, pois antes eram voluntários que chegavam à noite no clube para ver o que era preciso fazer. Hoje os diretores ficam tempo integral e trabalham para adequar o clube à realidade do mundo, de forma muito mais real.

O diretor Administrativo diz que ainda hoje existem resquícios de erros cometidos no passado. Isso acabou fazendo com que o clube angariasse mais dívidas e deixasse de investir em negócios importantes, como o futebol. Se antes tudo era separado, hoje Morumbi,  Cotia e Barra Funda estão  unificados, o que torna mais fácil e palpável a administração.

Rodrigo Gaspar lembrou que muitas vezes as pessoas acham que a venda de jogadores significa entrada imediata de dinheiro no clube. Isso não é verdade. O “fair play” inserido hoje na Europa impede que certos pagamentos sejam feitos à vista. Os valores são parcelados em três ou quatro anos.

O diretor disse que o São Paulo ainda vive um momento de transição, para chegar ao ponto de profissionalização desejada. Ele garante que não se arrepende de ter se afastado do Conselho Deliberativo para assumir essa função executiva.

Sobre futebol, disse que está muito otimista para o segundo semestre. E descartou voltar à polêmica criada com Rodrigo Caio. Lá atrás, enquanto assessor especial do presidente, em determinado momento, postou nas redes sociais que Rodrigo Caio era zagueiro de condomínio. Rodrigo Gaspar disse que se arrependeu do que fez, conversou com Rodrigo Caio e que isso são águas passadas.

A entrevista de Rodrigo Gaspar, na íntegra, você ouve hoje à noite, no Jornal Tricolornaweb.

 

Paulo Pontes

 

 

8 comentários em “São Paulo já está formatado no novo modelo de gestão

  1. Paulo Pontes,
    Bom Dia!
    Excelente!
    Mas vc perguntou, se ele, de fato, concluiu a faculdade?
    Digo isso, pois muitas pessoas no clube afirmam que ele não tem formação superior.
    Eu entendo ser importante saber, se isto é verdade ou mentira.
    Não?
    Obrigado.

      • Desculpe, Paulo, mas currículo cabe qualquer coisa, basta colocar.Acho bastante difícil ele ser formado em Adm. de Empresas, pois é falado que ele não terminou a Faculdade de Economia.
        Acho que seria valido uma averiguação para dirimir qualquer dúvida.
        Não?

          • Será?
            Dúvido, pois, caso seja verdade que ele não possui graduação superior, sua “boquinha” ficaria em situação bastante delicada.Com muita probabilidade de perder o emprego.
            Fiz uma busca no site do Conselho Regional de Administracão de São Paulo e não consta nenhum profissional com o nome de Rodrigo Roquette Gaspar.

  2. Céus…..quantos errosnde gramática heim jornalista PP….

    meo deos….duídos de ler…

    “Hoje os diretores ficam tempo integral e trabalham para adequar”

    “hoje Morumbi, Cotia e Barra Funda está unificados”

    • Eu não deveria responder, pois trata-se de um “quase apócrifo” . mas desta vez identifiquei o energúmeno que se assina como “gramática” e que, para variar, não honra as calças que veste e não se identifica aqui. Por isso o termo “quase apócrifo” entre aspas. Talvez se esqueça que lá atrás, um dia, pouco antes da última eleição presidencial, me mandou alguns e-mails. Estão arquivados. Bastou checar o ID com o desta postagem e…pronto! é o mesmo imbecil. Não vou perder tempo em explicar formação de oração para ele, dizendo que fiz uma simples inversão absolutamente permitida, colocando o sujeito depois do verbo adequar, que é defectivo – por favor, imbecil, procure isso no dicionário -, deixando o predicado logo após o sujeito. Portanto, grande imbecil, que adora me provocar nas redes sociais, seja homem o suficiente – acho que não é – para se expor aqui. Lá nas redes sociais eu não respondo, pois seus amigos todos me dizem: esse cara é um pobre coitado. Aqui, não. Aqui a coisa é diferente. Se liga, SG.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*