São Paulo força suspensão de L. Fabiano e faz rodízio contra Avaí

O São Paulo terá time misto contra o Avaí. A ideia do treinador Juan Carlos Osorio e sua comissão técnica é poupar os principais titulares no jogo deste domingo, às 16h, na Ressacada, pelo Brasileirão, para que possa utilizar o time titular com força total nas três partidas seguintes: duas contra o Vasco, pela Copa do Brasil, e uma contra o Palmeiras, no campeonato nacional. Foi por isso que Luis Fabiano forçou o terceiro cartão amarelo no empate contra a Chapecoense, por 0 a 0.

Segundo apurou o UOL Esporte, Luis Fabiano e Michel Bastos foram instruídos a receber cartões amarelos contra a Chapecoense. O clube não confirma a informação. Não foi por imprudência, no entanto, que a dupla foi suspensa para o jogo contra o Avaí, mas sim por definição da comissão técnica, que já havia decidido que a dupla não jogaria neste domingo.

Luis Fabiano recebeu cartão amarelo por falta cometida e Michel Bastos por reclamação, ambos no segundo tempo. O atacante volta de lesão no ligamento colateral medial do joelho direito e é tratado como preciosidade por Osorio porque é o único centroavante de ofício do elenco à disposição no momento – Alan Kardec ainda não voltou após cirurgia no joelho. Michel Bastos é o jogador que mais vezes atuou como titular com Osorio, joga em quatro posições diferentes, e também recebe cuidado especial.

A dupla, assim como outros titulares habituais, entrará no rodízio que acontece neste domingo contra o Avaí. A prática de revezar os jogadores da equipe titular foi intensa no começo de trabalho de Osorio, mas diminuiu já no segundo mês devido aos desfalques entre jogadores vendidos e lesionados entre julho e agosto. Nas últimas semanas o técnico vinha escalando sempre aquilo que tinha de melhor à disposição, com raras exceções ao poupar um ou dois titulares em determinadas partidas, o que não classifica como rodízio.

O São Paulo avalia que brigará pela vitória na Ressacada mesmo com time misto e sem figuras importantes como Luis Fabiano e Michel Bastos. A comissão técnica já decidiu que briga apenas pela 4ª posição do Brasileirão e deposita maior entusiasmo na disputa da Copa do Brasil, pela qual jogará a primeira partida das quartas de final na próxima quarta-feira, contra o Vasco, no Morumbi.

Além dos dois jogos contra o Vasco, nos dias 23 e 30 de setembro, o São Paulo enfrenta no dia 27, domingo, o clássico contra o Palmeiras. Será a possível revanche de Osorio depois de sofrer pesada derrota por 4 a 0 no primeiro turno do Brasileirão, no Allianz Parque. O fato de ser um clássico no Morumbi faz com que o treinador queira ter time completo nesta partida.

Ao final da sequência de três jogos com titulares, o São Paulo avaliará a possibilidade de fazer o rodízio novamente contra o Atlético-PR, pelo Brasileirão, no Morumbi, dependendo do nível de cansaço apresentado pelos jogadores.

 

Fonte: Uol

3 comentários em “São Paulo força suspensão de L. Fabiano e faz rodízio contra Avaí

  1. Não acho que as segunda e terceira vagas já estejam definidas. Está errado quem pensa que o SP deve brigar apenas pela quarta posição, mesmo porque, ela pode não ser suficiente para a participação na Liberta do ano que vem, caso algum clube brasileiro vença a Sul-Americana. Principalmente com a derrota de ontem do Grêmio, a terceira vaga está disputadíssima e o Galo mineiro, apesar dos últimos anos, tem jeito de “cavalo paraguaio”. Então, melhor o seu Osorio não relaxar no brasileirão, principalmente pelos muitos resultados do clube em disputas de mata-mata. Eu, por ex., tenho mais esperanças na classificação pelo brasileirão. É muito perigoso apostar as fichas na Copa do Brasil…

  2. Nosso plantél tem como reservas um elenco melhor que os times de segunda linha do brasileirão. Se escalados contra esses times a vontade de ganhar e aparecer para a torcida e se firmar entre os titulares é grande, isso deve ser aproveitado pelo nosso treinador, o que não vem acontecendo. Temos vários jogadores que se enquadram nisso e não são aproveitados, são eles Daniel, João Shimidt, João Paulo e Auro. Portanto a convocação de hoje bate inteiramente com essa estratégia, isso se a escalação e substituiões forem nesse sentido.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*