São Paulo devolve 2 a 0 do primeiro turno e vence o Flamengo

Foi por causa de uma derrota por 2 a 0 para o Flamengo, no Rio de Janeiro, em 2 de julho, que o São Paulo entrou na zona de rebaixamento do Brasileiro, em jogo que gerou a demissão de Rogério Ceni. Mas, neste domingo, o troco veio da mesma forma: no Pacaembu, o Tricolor venceu por 2 a 0, se afastou da faixa de descenso e atrapalhou o Rubro-Negro na meta de ir direto para a Libertadores.

Se na Ilha do Urubu o centroavante Guerrero e o meia Diego definiram o placar no primeiro tempo, a dose também ocorreu igual em São Paulo. Foram Pratto, aos 12, e Hernanes, aos 39, que balançaram as redes e definiram o placar.

O resultado expõe um primeiro tempo de pleno domínio tricolor. Com Edimar na lateral esquerda e Jucilei como primeiro volante, o 4-1-4-1 são-paulino ocupou todo o campo rubro-negro, que tinha Diego no banco e não conseguia usar a velocidade de Éverton e Berrío, nem ficava com a bola enquanto Éverton Ribei-
ro e Geuvânio se revezavam como referência na frente.

O São Paulo, então, mostrou eficiência para definir o jogo. Logo aos 12 minutos, Réver chutou a bola em Pratto, e ela foi parar nas redes. Minado por uma escalação com pouca criatividade, o Flamengo só conseguiu levar perigo quando Éverton passou nas costas de Militão e parou em Sidão, aos 23.

Com a partida sob controle, o Tricolor resolveu seus problemas com Cueva cruzando da direita na cabeça de Hernanes: 2 a 0. Reinaldo Rueda deixou de inventar e voltou do intervalo com Paquetá como centroavante e tirou Diego do banco. O Flamengo ganhou campo, mas se enrolava sozinho. Dorival Júnior viu as linhas de seu time ficarem próximas, amarrando o adversário. Apreensão só ficou por parte de torcedores, que queriam mais nas chances de contra-ataque.

O São Paulo abriu distância da zona de rebaixamento, atingindo 37 pontos, e agora se prepara para o clássico contra o Santos, às 17h do próximo domingo, novamente no Pacaembu, já que o Morumbi segue à disposição de shows.

Estacionado nos 46 pontos, o Flamengo segue fora do G5, que dá vaga direta na Libertadores, e encara uma sequência de clássicos no Maracanã: na quarta-feira, abre as quartas de final da Sul-Americana contra o Fluminense, e, no domingo, pega o Vasco, pelo Brasileiro.

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO 2  X 0  FLAMENGO
Local:
 Pacaembu, Sãoo Paulo (SP)
Data-Hora: 22/10/2017 – 17h
Árbitro: Rafael Traci (PR)
Auxiliares: Ivan Carlos Bohn e Luciano Roggenbaum (ambos do PR)
Público/renda: 31.285pagantes/R$ 887.460,00
Cartões amarelos:  Sidão (SAO); Cuellar (FLA)
Cartões vermelhos: –
Gols: Lucas Pratto (13’/1ºT) (1-0); Hernanes (39’/1ºT) (2-0)

SÃO PAULO: Sidão; Militão (Aderllan Santos 49’/2ºT), Arboleda, Rodrigo Caio e Edimar; Jucilei; Cueva (Jonatan Gomez 36’/2ºT), Petros, Hernanes e Marcos Guilherme (Denilson 45’/2ºT); Lucas Pratto. Técnico: Dorival Júnior

FLAMENGO: Diego Alves; Pará, Réver, Rhodolfo e Trauco; Willian Arão e Cuéllar; Berrío (Diego 5’/2ºT), Geuvânio (Lucas Paqueta – Intervalo) e Éverton (39’/2ºT); Éverton Ribeiro. Técnico: Reinaldo Rueda

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*