São Paulo busca ‘novas receitas’ e tenta não iludir elenco por atrasados

Menos de 24 horas após a goleada por 4 a 0 para o Palmeiras, os dirigentes do São Paulo se depararam com mais um baque: o Valencia (ESP) desistiu da contratação do zagueiro Rodrigo Caio. E como os tricolores pretendiam usar os mais de R$ 39 milhões da venda para quitar quatro meses de direitos de imagem atrasados no elenco, novas alternativas precisarão ser encontradas para minimizar os problemas financeiros no Morumbi.

As primeiras moradas da esperança são-paulina são as vendas de Paulo Miranda para o Red Bull Salzburg (AUT) e de Denilson para o Al Wahda (EAU). Com essas duas negociações, o clube espera receber cerca de R$ 8,6 milhões. Espera e confia.

Um membro da diretoria assegura que esses dois casos são irreversíveis e que não correm o risco de reviravoltas como as de Rodrigo Caio. A mesma pessoa lembra que o montante gerado pela dupla não é suficiente nem sequer para que os débitos atuais do elenco sejam quitados.

Além disso, não há previsão de quando os pagamentos por Paulo e Denilson chegarão aos cofres do Morumbi. A expectativa é que os depósitos demorem a acontecer, já que passarão pela Receita Federal.

Há ainda um plano para prospectar “novas receitas” de fontes diferentes. O cartola ouvido resume-se a negar que empréstimos bancários serão feitos e a dizer que os métodos serão mantidos em sigilo para que os atletas não criem expectativas.

A ideia é evitar novos constrangimentos provocados por declarações na imprensa. O presidente Carlos Miguel Aidar, por exemplo, chegou a dizer que a renda do jogo contra o Cruzeiro na Libertadores não poderia ser usado para quitar os débitos com o elenco porque serviria para pagar uma dívida pela contratação de Jorginho Paulista em 2002.

Isso, no entanto, nunca aconteceu e o dinheiro devido à empresa que intermediou a chegada do lateral na época seria retirado da venda de Rodrigo Caio, como determinou a Justiça. O problema é saber se o São Paulo encontrará um novo comprador para o zagueiro de 21 anos.

Fonte: Lance

6 comentários em “São Paulo busca ‘novas receitas’ e tenta não iludir elenco por atrasados

  1. Concordo com os comentários abaixo, quanto à necessidade de se usar os garotos que subiram para jogar já que, com os que estão jogando, as coisas não estão andando. Agora uma coisa precisa ficar claro: não podemos ter muitas expectativas com nosso sub 20. Quem acompanhou os jogos do brasileiro da categoria viu que o que se tinha lá já está treinando nos profissionais (até Matheus Reis que foi um dos piores). Portanto, temos o Lucão (não acho essas coisas), o Boschilia, que a meu ver se deixarem jogar do jeito e posição que ele gosta, tem futuro; o Gustavo Hebling, que está sem contrato, e os três ou quatro atacantes : Joanderson, João Paulo, Ewandro e Luis Araujo. Para a zaga não vi nenhum com a mínima possibilidade de futuro. Aproveitando-se os garotos, vai levar algum tempo para que eles produzam tudo o que podem; e pergunto: nós, torcedores, estamos dispostos a esperar pelos bons resultados?
    De minha parte afirmo que sim; cansei de tanto gasto inútil, de 2009 para cá, sem nenhum resultado importante. Pensando na “ressurreição” do SPFC voltaria a assistir aos jogos com olhar menos crítico, apenas torcendo pela evolução do time.

  2. Esse bando de come.e.dorme mercenários não jogam nem quando recebem em dia, imagina sem.pagamento.
    Sugiro ao Osório encostar os vagabundos e colocar os garotos da base, e quando pagá-los, veja se é possível vendê-los o quanto antes.

    Não importa.se estão sem receber os direitos de imagem, o que eles fizeram domingo foi digno de.justa causa. Envergonhavam o clube e a torcida, isso é coisa de gente safada, que está cagando para os torcedores.

    Aidar, fala pró.Osório colocar os garotos e afaste os.pipoqueiro que não querem nada.
    Cambada de FDP!

  3. Os jogadores não tem ajudado em nada a melhorar a imagem do time, quem vai vincular sua marca a um bando de come e dorme como esse. Ainda tem as receitas não realizadas com a desclassificação da Libertadores, o jogo contra o Cruzeiro foi uma vergonha. Para dar renda no Morumbi o time tem que estar bem. Como se vê não tem inocentes nesta história.

  4. Se muitos jogadores do sao paulo quando estava com os salarios em dia ja nao jogavam como devia imaginem com os salarios atrasados 4 meses e sem perspectiva de quando vao receber, por isso volto a dizer se eu fosse Ozorio começa utilizar a maioria que eu pudesse utilizar de jogadores da base, pq com esses jogadores pelo menos terao vontade de jogar, de mostrar alguma coisa.
    Agora fico impressionante como essa atual administracao do sao paulo esta dando uma aula de incompetencia administrativa de como nao se deve dirigir um time como o sao paulo, enquanto as pepas aprenderam como se deve fazer e no entanto estao comecando a colher os frutos e nao digo nada se nao ganharem o brasileirao esse ano, competencia total, trouxeram a dupla de sucesso do Cruzeiro.

  5. Paulo..a maioria dos jogadores e mediocre e sem vontade…recebendo!!
    Imagina quando não recebem…poderiamos ser campeoes..agora não da mais..arranjamos a desculpa perfeita para estes bando de mediocre!!!
    agora se o são paulo conseguir quitar ..e eles não rederem..justa causa neles..bando de FDP!!…valeu paulo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.