São Paulo busca nova fuga do Z4 contra o Atlético-PR no Pacaembu

A saga do São Paulo contra o rebaixamento no Campeonato Brasileiro terá mais um capítulo neste sábado. A partir das 21 horas (de Brasília), o time tricolor enfrentará o Atlético-PR, no Pacaembu, pela 28ª rodada do torneio nacional.

Dono de uma atuação tímida, o São Paulo perdeu por 1 a 0 para o Atlético-MG na última quarta e voltou ao 17º lugar, com 31 pontos. Como alento, a equipe do Morumbi tem o fato de que, até empatando com os paranaenses, escapará da zona de descenso, uma vez que ultrapassaria a 15ª colocada Ponte Preta (32), que teve o seu jogo na rodada adiantado, pelo saldo de gols.

Até por isso, no time treinado por Dorival Júnior, a ideia é não remoer o revés para o Galo. “Já temos uma nova batalha e precisamos vencer. Será um jogo importante, e queremos um resultado positivo. Vamos entrar ligados desde o começo contra o Atlético-PR”, prometeu o meia-atacante Marcos Guilherme.

Com o Morumbi reservado para shows em outubro e novembro, o Pacaembu será palco das próximas cinco partidas do São Paulo como mandante no Brasileiro – a equipe só retornará ao seu estádio na última rodada, em 3 de dezembro, contra o Bahia. Mesmo assim, o elenco conta com o apoio massivo de sua torcida, que ostenta os quatro maiores públicos da competição.

“O Campeonato Brasileiro é difícil, bem disputado e precisamos de uma sequência vitoriosa para subir na tabela. Buscaremos isso no final de semana e vamos com tudo diante da nossa torcida”, afirmou o goleiro Sidão.

Apesar de não ter desfalques por suspensão, o São Paulo pode não ter a sua força máxima contra o Furacão. Isso porque Éder Militão e Petros foram preservados do treino de sexta por desgaste muscular e serão reavaliados momentos antes da partida. Caso não reúnam condições de jogo, Buffarini e Jucilei deverão substituí-los, respectivamente. Já o peruano Cueva e o equatoriano Arboleda, que estavam a serviço de suas seleções, retomarão as vagas de Jonatan Gomez e Bruno Alves, que foram mal em Belo Horizonte.

No Atlético-PR, havia a expectativa de lutar para entrar no G6. Mas, após uma sequência de tropeços, o clube já vê a partida diante do Tricolor como uma disputa direta para não se aproximar da briga contra a zona de rebaixamento. Na décima posição com 35 pontos, o Furacão vê o confronto como um divisor de águas nas suas pretensões no campeonato.

O goleiro Weverton admite que o momento não é dos melhores, mas não quer ver o grupo abatido. “O importante é ter equilíbrio, porque o futebol é isso. A gente não está passando por um momento bom. Agora é ter cabeça fria, no lugar. O que não pode é a gente não pode é baixar a cabeça”, avaliou o jogador, que na última rodada foi criticado por torcedor na saída do gramado.

Para a partida, o técnico Fabiano Soares não contará com o meia Lucho Gonzalez, que recebeu o terceiro cartão amarelo e cumprirá suspensão automática. No empate diante do Atlético-GO, a opção foi pela entrada de Eduardo Henrique, mas Matheus Rosseto também pode ficar com a vaga.

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO X ATLÉTICO-PR

Local: Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP)
Data: 14 de outubro de 2017, sábado
Horário: 21 horas (de Brasília)
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (RJ)
Assistentes: Michael Correia e Silbert Faria Sisquim (ambos do RJ)

SÃO PAULO: Sidão; Éder Militão (Buffarini), Arboleda, Rodrigo Caio e Júnior Tavares; Petros (Jucilei); Marcos Guilherme, Cueva, Hernanes e Lucas Fernandes; Lucas Pratto
Técnico: Dorival Júnior

ATLÉTICO-PR: Weverton; Jonathan, Thiago Heleno, Wanderson e Fabrício; Esteban Pavez , Rosseto (Eduardo Henrique) e Guilherme; Nikão, Felipe Gedoz (Sidcley) e Ribamar
Técnico: Fabiano Soares

 

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*