São Paulo busca 1º lugar, rebaixa Bernô, não leva gol e quebra jejum

O São Paulo, com time praticamente reserva, não retomou o bom futebol. Mas houve o que comemorar na noite desta quarta-feira, ao visitar o São Bernardo no ABC. O Tricolor não levou um gol depois de 13 partidas seguidas, avançou em primeiro no Grupo B do Campeonato Paulista e, com a vitória por 1 a 0, quebrou jejum de cinco partidas sem vencer e ainda rebaixou os donos da casa para a Série A2 do Estadual.

Rogério Ceni resolveu mexer bastante no time para a última rodada da primeira fase. De titular, apenas Júnior na lateral esquerda. E Araruna, que pode ser mantido como lateral-direito. De resto, alterou até o esquema tático, arriscando 3–5-2 com Lucão, Lugano e Douglas na zaga. E sofreu muito menos do que vinha acontecendo, mas há ressalvas a serem feitas.

A primeira delas é referente ao poder do Bernô, que terminou a noite rebaixado. Saída de bola péssima, meio de campo violento e ataque resumido às tentativas de drible de Walterson e Marcinho. Lucão teve tranquilidade para, aos poucos, recuperar confiança, Douglas só passou apuros por um cartão amarelo injusto e Lugano sobrou. Precisão nos cortes e antecipações e muita seriedade para comandar a defesa.

No segundo tempo, Ceni mexeu mais uma vez no esquema. Entrou Cícero na vaga de Douglas, melhorando a saída de bola consideravelmente. O garoto Shaylon, uma das apostas da noite, começou a se soltar e mostrar um pouco do futebol que criou tanta expectativa na pré-temporada. Wesley e Wellington, por outro lado, pouco fizeram pela falta de ritmo. O segundo ainda saiu para dar lugar a Neilton, mais uma vez sem nenhum destaque.

A entrada de Cícero fez tão bem a Shaylon que foi o camisa 8 quem acionou bem o garoto na meia direita, para chute de longa distância aos 40 minutos. O rebote caiu nos pés de Gilberto, que acabara de entrar na vaga do pouco participativo Chavez. O centroavante não vacilou na primeira e única chance que teve: girou, bateu e manteve a artilharia do Paulistão com sete gols, empatado com William Pottker, da Ponte Preta.

Os tricolores, com o fim do jejum, chegam a 20 pontos e terminam a primeira fase na liderança do Grupo B, com três pontos à frente do Linense, rival nas quartas de final. O primeiro jogo será no interior, com a volta no Morumbi nos dois próximos fins de semana. Já o Bernô ficou com dez pontos e caiu como a segunda pior campanha do Estadual.

FICHA TÉCNICA:
SÃO BERNARDO 0X1 SÃO PAULO

Local: 1º de Maio, em São Bernardo do Campo (SP)
Data/Hora: 29 de março de 2017, às 21h45
Árbitro: Vinicius Gonçalves Dias Araújo
Assistentes: Herman Brumel Vani e Bruno Salgado Rizo
Cartões amarelos: Edimar e Anderson Conceição (SBO); Douglas e João Schmidt (SAO)

GOL: Gilberto, 40’/2ºT (0-1)

SÃO BERNARDO: Daniel Luiz, Edimar, João Francisco (Willian, 14’/1ºT) e Anderson Conceição; Eduardo (Felipe Mateus, 12’/2ºT), Geandro, Rafael Costa, Marcinho e Alyson (Rodolfo, 43’/2ºT); Walterson e Edno. Técnico: Sergio Vieira.

SÃO PAULO: Denis, Lucão, Lugano e Douglas (Cícero, intervalo); Araruna, Wellington (Neilton, 14’/2ºT), Wesley, João Schmidt e Júnior; Shaylon e Chavez (Gilberto, 31’/2ºT). Técnico: Rogério Ceni.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*