São Paulo adota cautela contra a pressionada “La U”

Após vencer por 2 a 0 fora de casa, o São Paulo atingiu uma situação muito confortável para o duelo desta quarta-feira contra a Universidad do Chile para decidir uma vaga na semifinal da Copa Sul-Americana. Mesmo assim, o Tricolor adotou um discurso cauteloso ao encarar a pressionada ‘La U’, atual campeã da competição, no Pacaembu.

Todos os atletas que foram convocados para falar sobre o duelo desta quarta foram unânimes no discurso de que “nada está ganho” e que a Universidad do Chile será um rival duro de ser batido.

“Foi um jogo muito bom lá. Não matamos o duelo, mas estamos com um resultado muito bom. Mesmo assim, não podemos relaxar. Esperamos um jogo muito difícil, já que o time é a atual campeão sul-americano”, justificou o lateral-esquerdo Cortez.

A Universidad do Chile entrará em campo pressionada não apenas pelo resultado negativo que obteve em casa quarta-feira passada que a deixa perto da eliminação precoce na Sul-Americana. O quadro piora porque o técnico Jorge Sampaoli, insatisfeito com as promessas não cumpridas da diretoria, pode deixar o clube em 2013.

“É bom sermos sinceros e vermos se somos compatíveis no futuro. Tenho uma ideia e os diretores terão que ter a mesma para coincidir e seguir, senão é melhor não continuar o processo”, disse o treinador na chegada da ‘La U’ ao Brasil.

Por “ter uma mesma ideia”, leia-se montar uma equipe competitiva para continuar na briga por títulos nacionais e continentais. Assim como acontece em vários clubes brasileiros, Sampaoli sofreu com o desmanche na ‘La U’ após a boa campanha na Libertadores deste ano.

A situação é tranquila para o São Paulo. Por ter vencido fora de casa por 2 a 0, o Tricolor pode até perder por um gol de diferença no Pacaembu (o Morumbi não poderá sediar a partida por ser palco do show da cantora pop Lady Gaga) que se classifica para a semifinal.

Para melhorar o quadro, o atacante Luis Fabiano não será preservado para a partida. Mas o mesmo não pode se dizer de Osvaldo, que sentiu dores na coxa. Com o resultado em mãos, Ney Franco optou pelo meio-campo Maicon e uma escalação mais cautelosa, no 4-4-2. Todo cuidado é pouco para evitar uma zebra e sair de forma precoce da Sul-Americana, última chance do ano de o São Paulo quebrar o incômodo jejum de quase quatro temporadas sem títulos.

SÃO PAULO X UNIVERSIDAD DO CHILE

Data: 07/11/2012 (quarta-feira)
Horário: 21h50 (de Brasília)
Local: Estádio do Pacaembu (São Paulo)
Árbitro: Henrique Cáceres (Paraguai)
Auxiliares: Milciades Saldivar e Hugo Martinez (Paraguai)

São Paulo
Rogério Ceni; Douglas, Rhodolfo, Rafael Tolói e Cortez; Wellington, Denilson, Jadson e Maicon; Lucas e Luis Fabiano
Técnico: Ney Franco

Universidad do Chile
Herrera; González, Rojas, Acevedo e Rodríguez; Martinez, Aránguiz, Lorenzetti e Cereceda; Gutiérrez e Ubilla.
Técnico: Jorge Sampaoli

 

Fonte: Uol

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*