Saída de atletas faz elenco são-paulino pedir reforços à diretoria

A venda de jogadores em meio à disputa do Campeonato Brasileiro preocupa o elenco do São Paulo. O time conseguirá se manter na liderança (ou na briga pelo título) mesmo com as baixas de última hora? A pergunta leva a uma resposta simples, na opinião dos que ficam: é preciso repor os atletas negociados.

Até o momento, saíram os zagueiros Rodrigo Caio, negociado com o Valencia por € 12,5 milhões (cerca de R$ 44 mi), e Paulo Miranda, vendido ao Red Bull  Salzburg por € 2,7 milhões. Mas o volante Denilson tem proposta para jogar no Al Wahda, dos Emirados Árabes.

“Caso a diretoria perca esses jogadores, vão recorrer. O futebol pede isso, precisa de recursos, e a venda de jogadores é natural. Mas tem que correr atrás, suprir essas ausências. Acho que a diretoria está pensando nisso”, disse Souza, um dos líderes do elenco. O volante, que tem passagem pela Seleção Brasileira, recebeu sondagens há alguns meses, mas tem dito que seu objetivo é a busca pelo título brasileiro.

“A janela não abriu. Tem que estar focado aqui. Temos tudo para irmos bem no Campeonato Brasileiro e comemorar o título no final do ano”, comentou, duas semanas atrás, antes mesmo da saída de Rodrigo Caio. “O clube tem dificuldade, mas eles não vão se desfazer de qualquer jogador, porque o elenco precisa ser forte, vai precisar de todos”.

Djalma Vassão/Gazeta Press

Segundo a diretoria de futebol, Juan Carlos Osorio já sabia da possibilidade de perder peças ao ser contratado

De fato, a janela de transferências internacionais ainda não se abriu – o período vai de 22 de junho a 21 de julho -, mas os clubes já têm se movimentado no mercado. O São Paulo, ao contrário, tem como única direção a saída de jogadores até o momento, até para sanar dificuldades financeiras. No fim de semana, o presidente Carlos Miguel Aidar disse à ESPN Brasil que o clube “não é comprador”.

Segundo a diretoria de futebol, o técnico Juan Carlos Osorio já sabia da possibilidade de perder atletas quando foi chamado para trabalhar no São Paulo. Até por isso, vem tentando convencê-los a não sair. O colombiano teve conversas em particular com todos os que receberam propostas. A princípio, no entanto, não teve tanto sucesso quanto esperava.

Em campo, o São Paulo defende a liderança do Brasileiro no domingo, em duelo com o Avaí, no Morumbi, pela oitava rodada. A diferença para o segundo e terceiro colocados, Atlético-PR e Sport, respectivamente, é de apenas um ponto atualmente (16 contra 15).

 

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.