Rodrigo Caio ‘salva’ Jô de receber amarelo e é elogiado por corintiano

Um lance ocorrido no primeiro tempo do clássico entre São Paulo e Corinthians, no Morumbi, ficará marcado por uma bonita atitude de fair play. Após o goleiro são-paulino Renan Ribeiro agarrar uma bola na entrada da área, em disputa envolvendo Jô, o atacante corintiano levou amarelo. Porém, logo depois o árbitro Luiz Flávio de Oliveira anulou o cartão ao ser avisado por Rodrigo Caio de que o toque recebido pelo goleiro foi do próprio zagueiro são-paulino. Ao receber o recado, o juiz sinaliza que a advertência foi retirada e explica que houve o alerta do atleta. Jô parabenizou o adversário pela atitude:

– Nossa estratégia é essa, está sendo nossa identidade. Podem falar o que quiser, mas estamos no caminho certo, marcando bem, saindo em contra-ataque, fazendo dois gols. Bom frisar sobre o Rodrigo Caio, parabéns a ele, que teve atitude de homem, falou que foi ele quem pisou no Renan Ribeiro.

Na saída de campo, após o apito final da derrota por 2 a 0, Rodrigo Caio foi questionado sobre sua atitude e foi sucinto:

– Não fiz nada. Fiz o que tinha que fazer!

Caso o cartão a Jô fosse mantido, o atacante ficaria de fora da partida de volta no próximo domingo, na Arena Corinthians, que decidirá um dos finalistas do Paulistão.

 

Fonte: Lance

6 comentários em “Rodrigo Caio ‘salva’ Jô de receber amarelo e é elogiado por corintiano

  1. O mundo está irremediavelmente perdido! Quando alguém tem uma atitude digna, como a que foi vista ontem, é execrado como se fosse o maior bandido da história. Parabéns Rodrigo, continue assim que eu tenho certeza que vc não consertará o mundo, mas, estou certo que haverá um canalha a menos vivendo entre nós. As grandes pessoas que comentaram aqui, talvez estejam contentes com tudo que está acontecendo em nosso país.Talvez para estes, Gandhi, Madre Tereza, etc sejam todos imbecis, porque não usavam malandragens.

  2. Pera aí: não acredito no que estou lendo!
    O único lance digno durante toda a partida, apresentado para o mundo e cometido por um jogador do tricolor, que deveria ser exaltado por todos e ser copiado não só por jogadores dentro do campo, mas por todos em todos os momentos da vida, e eu leio esses absurdos criticando isto?
    Foi agindo e pensando assim que este país virou a república da odebrecht. Foi pensando e agindo assim – querendo cada um levar a sua vantagem independentemente de estar ou não dentro da razão – que elegemos e re-elegemos o maior chefe de quadrilha dos trópicos, e depois repetimos tudo isto com seu poste. Pensando e agindo assim seremos a próxima Venezuela antes de virar a década!!!

  3. Zagueiro desgraçado e ruim de bola. Esta desgraça estava nas duas goleadas sofridas contra a travecada 5X0 e 6X1. Zagueiro lixo. Vazaaa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*