Reinaldo completa quatro partidas seguidas levando cartão no São Paulo

Nos últimos quatro jogos do São Paulo, todos decisivos em fases eliminatórias, o time alternou resultados, mas houve uma semelhança: Reinaldo levou cartão amarelo. Todas as vezes em que entrou em campo sob o comando do técnico Diego Aguirre, o lateral-esquerdo acabou advertido.

Essa sequência do camisa 14 começou na vitória por 2 a 0 sobre o São Caetano, pelas quartas de final do Paulista (Reinaldo desfalcou o time na ida por estar machucado). Depois, o jogador de 28 anos recebeu amarelo nos dois clássicos contra o Corinthians, pelas semifinais do Estadual, e voltou a ver o cartão mostrado para si na derrota por 2 a 1 para o Atlético-PR, nessa quarta-feira, na Arena da Baixada, pela Copa do Brasil.

Três desses cartões ocorreram por faltas cometidas. Na vitória por 1 a 0 sobre o Corinthians, na ida da semifinal, Reinaldo segurou um adversário aos 42 minutos do primeiro tempo, “por motivo tático”, segundo descreveu o árbitro na súmula. No Majestoso da volta, logo aos 35 minutos da etapa inicial, foi o primeiro a levar amarelo. Já nessa quarta-feira, em Curitiba, deu entrada dura em Nikão, do Atlético-PR, aos 14 minutos do segundo tempo.

Nessa sequência de advertências, a única que Reinaldo recebeu por questões disciplinares foi a primeira, no triunfo por 2 a 0 sobre o São Caetano, no Morumbi. A arbitragem registrou na súmula que exibiu o amarelo por troca de empurrões com a bola fora de jogo por parte do lateral-esquerdo e de Diego Rosa, também alvo de cartão, aos 21 minutos do segundo tempo, dois minutos depois do gol de Tréllez, que abriu o placar para o Tricolor.

Mas não é justo relacionar somente a contratação de Diego Aguirre aos cartões mostrados a Reinaldo. O lateral-esquerdo tem sido frequentemente advertido na temporada. Atuou em 13 partidas e recebeu sete amarelos – no Paulista, também levou na vitória por 2 a 0 sobre o Botafogo-SP, em seu primeiro jogo como titular absoluto na posição no ano, e nas derrotas por 2 a 1 para o Ituano e por 1 a 0 diante do Santos.

Aos 28 anos, apesar dos cartões, Reinaldo tem vivido em 2018 seu melhor momento com a camisa do São Paulo. Depois de sair em 2015 sob intensas críticas da torcida, passando 2016 e 2017 emprestado a Ponte Preta e Chapecoense, respectivamente, o lateral-esquerdo ouviu cantos da arquibancada pedindo seu nome, superou a concorrência com Edimar e Júnior Tavares e vem recebendo elogios por seu amadurecimento técnico.

Fonte:Lance

5 comentários em “Reinaldo completa quatro partidas seguidas levando cartão no São Paulo

  1. Esse rapaz tem jogado bem ,apesar da falha no gol ele serviu ao Trelez e tbm ao Nene que desperdiçou,sem contar que não afina ele encara os caras mesmo ,continue assim Reinaldo vc está se mostrando um ótimo lateral esquerdo.

  2. Alguns jogadores que não tem condições de serem titulares no São Paulo: Rodrigo Caio (falha jogo, jogo sim e afina nos grandes jogos) ; Militao ( não é bom lateral, não sabe cruzar e como zagueiro, é fraco); Petros e Jucilei (lentos demais para o futebol atual, nasceram na época errada), Marcos Guilherme (esforçado, só corre, errou de profissão).

  3. Apesar da falta de sorte(falha) no segundo gol do Atlético, para mim, ele foi um dos melhores em campo, senão o melhor, do time.
    Correu, marcou, lutou e deu duas belas assistências, sendo que uma delas o Trellez fez o gol e na outra o Nenê quase fez.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*