Raí x Andrés, lesões e iluminação: SPFC soma problemas um jogo após volta

Apenas um jogo foi disputado após a pausa no Campeonato Brasileiro para a disputa da Copa América, mas o São Paulo já coleciona problemas. Apesar de Cuca ter ficado satisfeito em linhas gerais com o futebol apresentado no clássico de sábado contra o Palmeiras, muitas questões apareceram na sequência.

A lista conta com críticas ao sistema de iluminação do Morumbi, mudança na transmissão de partidas e uma polêmica declaração vinda do presidente do rival Corinthians.

Iluminação

O sistema de iluminação do Morumbi, que já havia sido inaugurado em março, recebeu críticas no último clássico. No lance do gol de Dudu, o técnico Cuca creditou parte da falha do goleiro Tiago Volpi aos refletores. Já o arqueiro Weverton, do Palmeiras, o classificou como “o pior que existe”. O Tricolor paulista estuda melhorias, apesar de considerar difícil fazer qualquer grande modificação no momento.

Posicionamento de câmeras

A transmissão do empate por 1 a 1 entre São Paulo e Palmeiras gerou críticas de muitos torcedores nas redes sociais. Após estudos feitos pelo Tricolor, o posicionamento das câmeras poderia ser outro, com a finalidade de uma melhor captação das imagens com os telões instalados nas arquibancadas e o novo sistema de iluminação no estádio. Da maneira atual, o ângulo passou a ser diferente, com as câmeras mais próximas do campo. As primeiras transmissões com esse novo posicionamento foram na Copa América.

Andrés x Raí

Durante o programa Jogo Sagrado, da Fox, o presidente do Corinthians, Andrés Sanchez, declarou que o executivo de futebol do São Paulo, Raí, havia se oferecido para assumir o cargo de coordenador de seleções, vago com a saída de Edu Gaspar. A entrevista repercutiu muito no Morumbi.

Coordenador de Seleções Femininas da CBF e conselheiro vitalício do São Paulo, Marco Aurélio Cunha entrou na polêmica para defender o ex-jogador do Tricolor paulista. Durante o treino da equipe, ontem à tarde, no CT da Barra Funda, o campeão mundial de 92 rebateu o corintiano e negou qualquer possibilidade de deixar o clube.

Lesões

Considerado uma das principais peças do time, o atacante Pablo não jogava pelo São Paulo desde o dia 30 de março, quando enfrentou o Palmeiras pelo Campeonato Paulista. Recuperado da retirada de um cisto da coluna lombar, o camisa 9 do Tricolor foi titular no clássico contra o Alviverde no último fim de semana, mas voltou a se lesionar.

Em disputa pelo alto com o volante Thiago Santos, Pablo caiu e lesionou o ligamento do tornozelo direito. A expectativa do São Paulo é que o jogador retorne em um mês.

Rojas não atua com a camisa do São Paulo desde o dia 26 de outubro de 2018. Ele sofreu uma ruptura nos ligamentos do tendão patelar do joelho direito e desde então não sabe o que é estar em campo. O jogador, de 30 anos, estava em processo final de recuperação e já fazia trabalho com bola. Porém, no começo da semana, o clube divulgou que ele precisará passar por um novo procedimento. O São Paulo afirma que a cirurgia é simples e será realizada para retirar um ponto que incomoda o atleta.

Mudanças no elenco

Antes da primeira partida, após a parada da Copa América, o elenco do São Paulo passou por uma reformulação. O tão sonhado camisa 9 de Cuca chegou ao Tricolor: o atacante Raniel foi contratado. O jovem, de 23 anos, chegaria para ser o reserva imediato de Pablo, mas com a lesão do titular, ele terá que assumir papel de protagonista no clube e ser o fazedor de gols que o elenco ainda não encontrou.

Por outro lado, o meia Nenê confirmou sua ida ao Fluminense. O veterano já não fazia parte dos planos do técnico Cuca e acabou deixando o Morumbi nesta semana.

 

Fonte: Uol

4 comentários em “Raí x Andrés, lesões e iluminação: SPFC soma problemas um jogo após volta

  1. Meu Deus! Motorista, a que ponto chegamos? Estamos discutindo o que o Andrés disse a respeito do Raí.

    Estamos discutindo se a luz tá boa ou ruim… vê se pode……

    Enquanto isso: time ruim, despreparado física e mentalmente (cansamos depois de um mês de preparação – agora é por falta de ritmo… vê se pode), diretoria e conselho já comemorando a vitória no ano que vem, clube numa draga moral e de dinheiro, deve até pro flanelinha, incompetência pra tudo que é lado.
    Enfim,….

    Nosso papel é esse mesmo: verificar se o que o Andrés fala é verdade ou mentira.

    Saudações…..

    1 aninho de série B não faria mal a ninguém. Quem sabe não voltamos mais maduros, menos arrogantes e melhores preparados. O problema é o risco de não voltar nunca mais pra A, né?

  2. A lista de “problemas” é composta por: iluminação do estadio, posicionamento de câmeras, mentiras (já desmentidas) lançadas por adversários, lesão gravíssima ocorrida em 2018, lesão ocorrida em uma queda (e não por problemas de preparo físico), saída de jogador contestado pela torcida (apesar de que eu gostaria q ficasse) e contratação de jogador pedido pelo próprio técnico (e que vai substituir o novo lesionado).

    Meu deus! Que matéria parcial.

    Tirando os ultimos 3 itens, nada afeta o futebol. E o último item da lista é, na verdade, a solução de um dos problemas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.