R. Caio fala em Ceni presidente e diz que SP não tem mais desculpas

rodrigo_caio

Titular do São Paulo de Muricy Ramalho, o zagueiro Rodrigo Caio, de 20 anos, diz que não se abte pelo pênalti que perdeu na decisão e culminou na eliminação do Paulistão, diante do Penapolense, no Morumbi. Mas alerta: o time não tem mais justificativas para fracassos e precisa melhorar. Sobre o goleiro e capitão Rogério Ceni, que na última quinta-feira anunciou que se aposentará no fim de 2014, ele sugere a presidência do clube.

“Ele tem a cara do São Paulo. É um cara sábio, uma pessoa que dispensa comentários e que ganhou tudo no São Paulo. Acho que faria um bem enorme ao clube”, disse Rodrigo Caio, nesta sexta-feira, no CT da Barra Funda.
Após o fiasco no Paulistão, o jovem atleta vê como obrigação um bom desempenho na Copa do Brasil e no Brasileirão
“Não tem mais justificativa. A gente está em um time grande, que tem que pensar em ganhar títulos. Temos esse jogo de quarta-feira [partida de volta contra o CSA]. Na estreia do Brasileirão também temos que começar forte, e sabemos que não tem jogo fácil”, afirmou.
“Não digo que no São Paulo não tem isso, mas uma coisa que admiro nele [Rogério Ceni] é a vontade de vencer, independente do jogo. Ele se identificou com o São Paulo por causa disso, admiro por isso. Lembro quando estava na base, meu pensamento era ter esse mesmo objetivo dele, ganhar todos os jogos, ganhar todos os títulos, fazer história no São Paulo. Ele vai deixar saudades”, falou.
Sobre o pênalti perdido, o zagueiro conta como fez para tentar abstrair a frustração pela eliminação são-paulina.
“É complicado. Quando a gente erra a gente fica muito triste, mas coloquei minha cabeça no lugar. Levantei a cabeça e bola para frente, vida que segue. Não vai ser a primeira nem a última vez. Nos treinamentos eu estava batendo bem. Agora deixo para o professor”, afirma, dizendo que poderá cobrar na decisão contra o CSA, se necessário. “Se ele me colocar para bater, eu bato. Mas tenho certeza que vamos conseguir decidir o jogo nos 90 minutos”, acrescenta Rodrigo, que afirma que a eliminação do São Paulo e de rivais no Paulistão para equipes menores serve de alerta para o Brasileirão.
“No meu pensamento, o Santos está merecidamente na final. Foi o time que mais convenceu nesse Campeonato Paulista. Em questão dos outros três grandes, foi muito dificil. Só faz com que esses times fiquem atentos ao brasileiro. Se o Paulista foi dificil, Brasileiro vai ser mais ainda. Acho que futebol hoje em dia não tem mais essa de time grande, camisa. É futebol dentro de campo, quem dá mais, quem merece vencer, ganha o jogo”, concluiu.
Fonte: Uol

Um comentário em “R. Caio fala em Ceni presidente e diz que SP não tem mais desculpas

  1. Realmente tem razão o Rodrigo Caio, “hoje em dia não tem mais essa de time grande, camisa”.
    Então Rodrigo Caio, que tal ter as mesmas condições de trabalho do time pequeno inclusive com o mesmo salário?
    Se admira tanto o Ceni, deve prestar mais atenção no discurso dele e deduzir que todo adversário merece respeito, mas a superioridade do time e da camisa sempre deve prevalecer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*