Quadrado mágico? São Paulo vence todas com ataque badalado e sonha

O alto investimento feito pelo São Paulo para montar um ataque de respeito começa a dar resultado no Campeonato Brasileiro. Depois de um longo período de atuações irregulares, resultados ruins e até a dúvida sobre o trabalho do técnico Muricy Ramalho, o Tricolor cresceu nas últimas partidas e entrou na briga pelo título. GansoKakáAlexandre Pato e Alan Kardec têm papel determinante na reação.

pAULO hENRIQUE gANSO e Kaká São Paulo gol Internacional (Foto: Pedro H. Tesch / Agência Estado)Pato, Kardec, Ganso e Kaká festejam o gol do São Paulo sobre o Internacional (Foto: Pedro H. Tesch / Agência Estado)

Desde que o quarteto passou a ser titular, o time só venceu na competição. São triunfos sobre Vitória (3 a 1), Palmeiras (2 a 1) e Internacional (1 a 0). A equipe chegou aos 20 pontos ao empatar em casa com o Criciúma sob vaias da torcida. Após a boa sequência, já tem 29, figura novamente no G-4 e persegue o líder Cruzeiro.

Mais do que os resultados positivos, os quatro jogadores conseguiram boas atuações. Diante dos baianos, Pato fez dois gols, um em assistência de Ganso. Kardec anotou outro. A história se repetiu no Choque-Rei do último fim de semana. Pato recebeu de Paulo Henrique e abriu o placar. No fim, Kardec garantiu a vitória.

Mesmo sem fazer gols ou dar assistências, Kaká acabou sendo determinante no triunfo no Beira-Rio. O pentacampeão foi posicionado por Muricy Ramalho para ajudar na marcação sobre os laterais do Internacional. O São Paulo suportou a pressão do Colorado e venceu com o gol anotado por Ganso.

– Acho que a organização tática foi fundamental, principalmente minha e do Ganso, construindo uma linha no meio e não permitindo que o Inter jogasse. Acho que o time está crescendo e amadurecendo – afirmou Kaká.

Com todos em campo, o quarteto só não conseguiu impedir a derrota por 2 a 1 para o Goiás, no Serra Dourada. Eles, porém, atuaram juntos apenas no segundo tempo, quando Pato substituiu Ademilson. Kaká fez o gol logo na estreia, mas o Tricolor sucumbiu com falhas defensivas.

– Estou feliz, mas não empolgado. Estamos achando um time. Estávamos oscilando demais, o time não era consistente – disse Muricy.

A melhora não é só coletiva. Individualmente, os jogadores também mostram evolução. Ganso, por exemplo, é quem mais deu assistências no Brasileirão ao lado do cruzeirense Éverton Ribeiro: sete. Já Pato lidera as finalizações do Tricolor, com 27 em 15 partidas, média de 1,8 por jogo. Ele e Alan Kardec também são os artilheiros do time, com cinco gols cada.

Muricy, porém, terá uma dor de cabeça em breve. Luis Fabiano já treina no campo e está prestes a ser liberado pelo departamento médico após sofrer uma lesão na coxa direita. O treinador nunca escondeu que o Fabuloso é seu titular, mas, agora, terá de repensar em como montar um dos ataques mais poderosos do país.

– Deixa para pensar nisso depois (risos) – brincou o técnico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*