Primeira vitória fora e liderança motivam São Paulo em Chapecó

Dois pontos separam o São Paulo do líder do Campeonato Brasileiro. Por isso, uma vitória neste sábado sobre a Chapecoense, em duelo marcado para 16h30 (de Brasília), o daria a primeira colocação ao menos até a partida do Atlético-PR. Seria, ainda, o primeiro resultado positivo como visitante na competição.

O desempenho fora de casa é muito inferior se comparado com o que a equipe tem no Morumbi. No fim de semana passado, caiu o recorde de 2005 de série de vitórias no estádio. Agora, já são 12 consecutivas em toda a temporada. Longe de seus domínios, no entanto, o São Paulo tem se dado mal. No Brasileiro, foram dois jogos: uma derrota (Ponte Preta) e um empate (Internacional).

“Estatísticas servem, mas estão aí para serem mudadas. É nosso propósito”, disse o técnico Juan Carlos Osorio, às vésperas de seu segundo compromisso no comando, o primeiro fora da capital paulista. “Vai ser uma oportunidade muito especial tratar de mudar isso. Vai ser difícil, mas é uma oportunidade para começar a mudar isso, para o São Paulo mostrar que pode jogar bem como visitante”.

O colombiano tem problemas para armar seu time, porém. Além do zagueiro Paulo Miranda, que segue como baixa por conta de estiramento muscular na coxa esquerda, também perdeu outros três jogadores de última hora, na sexta-feira: de acordo com o clube, o meia Paulo Henrique Ganso acusou dores musculares; além dele, o volante Denilson e o meia-atacante argentino Ricky Centurión foram liberados por problemas particulares.

Sergio Barzaghi/Gazeta Press

Colombiano Juan Carlos Osorio comandará o São Paulo pela segunda vez, a primeira na condição de visitante

São muitas as variações para formar a escalação. Osorio assegurou ao menos que o desenho tático será similar ao do time que venceu o Grêmio por 2 a 0, no sábado, em sua estreia, no Morumbi. Na ocasião, o técnico colombiano utilizou apenas um volante à frente da defesa e atrás de uma linha de quatro jogadores (dois meias e dois pontas).

A Chapecoense, apesar de vir de derrota para o Flamengo, soma nove pontos (quatro a menos do que o São Paulo) e tem 100% de aproveitamento na Arena Condá, onde bateu Joinville, Santos e Coritiba. “É um campo pequeno”, observou Osorio, que assistiu ao jogo dos catarinenses contra o Santos e destacou as atuações dos dois laterais, Apodi e Dener. Em relação à rodada passada, a única mudança do técnico Vinícius Eutrópio será a entrada de Neto no lugar do zagueiro Vilson, suspenso.

FICHA TÉCNICA
CHAPECOENSE X SÃO PAULO

Local: Arena Condá, em Chapecó (SC)
Data: 13 de junho de 2015, sábado
Horário: 16h30 (de Brasília)
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (Fifa-GO)
Assistentes: Cristhian Sorence (GO) e Bruno Raphael Pires (GO)

CHAPECOENSE: Danilo; Apodi, Rafael Lima, Neto e Dener; Elicarlos, Gil, Bruno Silva e Wagner; Ananias e Edmilson
Técnico: Vinícius Eutrópio

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Bruno, Rafael Toloi, Dória e Reinaldo; Hudson; Thiago Mendes (Souza), Carlinhos, Michel Bastos e Cafu (Wesley); Luis Fabiano
Técnico: Juan Carlos Osorio

 

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.