Preparador promovido por Ceni fica na vaga de Carlinhos Neves

O São Paulo vai promover Pedro Campos para o lugar de Carlinhos Neves, que deixou o clube oficialmente ontem. O preparador físico já trabalhava no Tricolor paulista e havia sido alçado para o profissional em 2017, por Rogério Ceni. Na sequência, ele pôde ficar à frente do setor com Dorival Júnior.

O trabalho de Pedro havia sido bem avaliado pelo departamento de futebol tricolor, mas quando Diego Aguirre substituiu Dorival, em 2018, o clube contratou Fernando Piñatares para comandar a área e Pedro voltou a atuar como auxiliar.

Já para o início deste ano, a vaga ficou com Carlinhos Neves. O preparador tinha moral no Morumbi por seu trabalho vitorioso entre 2005 e 2008. No entanto, houve uma incompatibilidade de ideias entre a comissão técnica de Cuca e o preparador. Carlinhos havia até colocado o seu cargo à disposição na última semana, mas a situação foi adiada até o início do período de reformulação.

Com a pausa no Campeonato Brasileiro para a disputa da Copa América, o São Paulo pretende fazer mudanças em sua estrutura. Ontem, foi discutida a possibilidade de outros funcionários serem desligados e novas saídas devem ser oficializadas em outros setores ligados ao departamento de futebol, como a área administrativa.

Jogadores que não são tão utilizados, como Jucilei e Bruno Peres, também devem acertar a transferência. Inicialmente, porém, Cuca está garantido no cargo de treinador. Apesar do momento conturbado, o São Paulo deu nove dias de folga para o time.

O Tricolor paulista completou na última quinta-feira mais de um mês sem conquistar uma vitória. O time ficou no empate por 1 a 1 com o Atlético-MG, na Arena Independência, em Belo Horizonte, pelo nacional.

 

Fonte: Uol

5 comentários em “Preparador promovido por Ceni fica na vaga de Carlinhos Neves

  1. Não esperava muito do comando do Raí no depto de futebol em relação a time competitivo pra ser campeão etc. porque não é do ramo apesar de ter estudado na Europa etc, mas tinha total confiança que revolucionaria as estruturas do CT da Barra Funda nos moldes que o Ronaldo Gordo fez no time rival levando toda a ciência do Real Madrid pra dentro do CT deles, pois além de prestígio Raí tinha entrada em diversos clubes do mundo e imaginei que faria alguma parceria com a Adidas, PSG e, pela ótima ligação com ex-jogador Mineiro, alguma parceria com algum time alemão, seguramente o país mais avançado nesse quesito.

    Mas não fez nada disso, pior, sucateou ainda mais o depto. abandonando por jogo de tênis e projetos pessoais, mas, pra não ficar só nele essa responsabilidade Lugano também tem muita culpa nesse processo pois disse claramente em seu retorno no SPFC ainda atleta que o CT estava sucateado e em seu cargo institucional nada fez para melhorar tentando politicamente usar de sua influência pelo seu prestígio nos clubes do mundo semelhante do Raí.

  2. Cuidado com o Lacraia Cuca !!!!
    Conseguiu preparar arapuca contra o lendario CARLINHOS NEVES e tirou até esta le
    genda do nosso São Paulo. Vai conseguir acabar com a nossa estrutura e depois
    tem o hábito de pegar o chapeu e tchau. Este é o Cuca. Por isso digo;cuidado!!
    Carlinhos é um preparador que tinha muita ciencia aplicada no trabalho. A diretoria precisa ter cultura suficiente para entender a estrategia do Carlinhos.
    Pena !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  3. Mais uma história mal contada para a conta da gestão Leco. Que divergências são essas? O sujeito trabalhou anos no Morumbi. Ninguém conhecia os métodos dele? Não houve uma reunião de trabalho antes da contratação para se discutir um projeto e só se descobriu as divergências depois? O que o Cuca faz de tão importante que bate de frente com os métodos de um preparador bem sucedido na Seleção, no Galo e no próprio São Paulo?
    Num momento que se discute corte de custos com folha no clube, é pertinente que se levante a hipótese de demissão para enxugar despesas. Quanto recebia Carlinhos? A diretoria, tão marcada pela omissão, também precisa definir responsáveis. Quem vai bancar o novo preparador? Se o preparo do time cair ao nível vergonhoso que era anteriormente, quem assume a culpa? Quem assume a responsabilidade por iniciarmos a intertemporada sem preparador? Como essas perguntas estão sem resposta, a saída de Carlinhos, e possivelmente os passos seguintes dessa reestruturação, vão permanecer parecendo mais da mesma falta de planejamento.

  4. Carlinhos Neves tem uma programação e estratégia, que prioriza o último terço da temporada, assim o seu time tem o primeiro terço abaixo , o segundo médio e o último voando. Lembrem que o tricampeonato Brasileiro sempre dávamos uma arrancada nesse último terço.
    Em comparação com outros times, alguns prioriza o começo da temporada, assim conquistam campeonatos regionais e a copa do Brasil ( era no primeiro semestre). Agora em virtude de ter essa pressão , talvez deveríamos priorizar o primeiro terço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.