Por “novos ares”, São Paulo faz contas em sequência decisiva

Há três jogos sem perder, o São Paulo conseguiu finalmente deixar a zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro na última rodada, após a épica vitória por 4 a 3 sobre o Botafogo. Agora, o foco é abrir distância dos últimos colocados e, para isso, as duas próximas partidas serão cruciais.

Nesta quinta-feira, às 19h30 (de Brasília), o Tricolor receberá o Coritiba, no Morumbi. No domingo, às 16 horas, o adversário será o Bahia, na Arena Fonte Nova. Após 17 rodadas, as três equipes acumulam 19 pontos e se encontram na parte de baixo da tabela. No 16º lugar, o São Paulo está no meio dos dois rivais. A diferença é o saldo de gols: os baianos têm o melhor, e os paranaenses o pior.

“São clubes que têm lutado pela mesma situação, querendo se afastar da zona de rebaixamento. Nosso objetivo nos dois duelos é vencer para somar pontos e se afastar dessa zona que tem nos assustado e nos feito sofrer”, afirmou o lateral esquerdo Edimar.

No clube do Morumbi, a avaliação é de que, com mais seis pontos somados nos dois próximos compromissos, novas perspectivas e aspirações sejam absorvidas por elenco e comissão técnica tricolores para o início do returno da competição. No momento, oito pontos separam o São Paulo do Sport, primeira equipe dentro do G6, a zona de classificação à Copa Libertadores da América.

“O Campeonato Brasileiro é muito competitivo. Com duas vitórias, um time que está na zona de rebaixamento, vai lá para cima. É o que estamos buscando, uma sequência para crescer e buscar novos ares. Acredito que o São Paulo pode crescer e atingir seus objetivos”, analisou Edimar.

O certo é que não falta confiança no time treinado por Dorival Júnior para reagir no torneio nacional. A ideia é manter a agressividade das últimas partidas. “O São Paulo tem sempre a melhorar. Com a chegada dos novos jogadores, vamos nos entrosar mais. Precisamos de um time que pressione o tempo todo e, na hora que precisar, marcar forte e defender. A tendência é crescer, como todos querem, e colocar o clube no seu devido lugar”, encerrou.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*