Por dívida do Galo, São Paulo deve pagar parte de Pratto ao Grêmio

Parte do valor referente à venda do atacante Lucas Pratto ao São Paulo, concretizada na última semana, pode parar nos cofres do Grêmio. Isso porque o tricolor gaúcho ganhou na justiça o direito de receber a quantia de pouco mais de R$ 10 milhões por uma antiga dívida do Atlético-MG, metade do valor total da venda do argentino.

O juiz Mauro Caum, da 17ª Vara Cível de Porto Alegre, determinou que o São Paulo deposite o valor de R$10.508.626,19 diretamente na conta do Grêmio. A decisão, porém, cabe recurso. No processo, o Galo ofereceu um imóvel para penhora, mas tinha alienações passadas e não pôde ser utilizado.

A divida do Atlético com o Grêmio diz respeito à contratação do goleiro Victor, em 2012, arqueiro grande responsável por duas das conquistas mais importantes da história do clube mineiro, a Copa Libertadores e a Copa do Brasil. O débito é discutido na justiça há algum tempo.

O goleiro, por sua vez, ainda não estreou na temporada de 2017 no Atlético-MG. No final do ano passado, Victor lesionou o ombro durante a realização de um amistoso e foi submetido à cirurgia. O camisa 1 segue em processo de recuperação. Já Lucas Pratto foi apresentado no São Paulo nesta segunda-feira.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*