Pintado sobre ida ao São Paulo: “Tem coisas que não pode deixar escapar”

Pintado entrou na sala de imprensa do Brinco de Ouro preparado para o turbilhão de perguntas, mas não sobre a vitória do Guarani, por 1 a 0, em cima do Independente, pela Série A2 do Campeonato Paulista. E aí, vai mesmo para o São Paulo? O treinador riu, tentou driblar ao máximo as especulações, mas não teve jeito. Ele negou que tenha uma oferta em mãos, mas não escondeu a vontade de um dia trabalhar novamente no Morumbi.

– Sempre disse que estaria me preparando para isso, lutei a vida toda para voltar ao São Paulo. As coisas acontecem e tem coisas que ninguém pode deixar escapar. Mas pelo respeito que tenho pelo Guarani, é melhor pensar no jogo de segunda-feira – disse o comandante, em referência à partida do Bugre contra o Atlético Sorocaba, pela penúltima rodada da Série A2.

Bicampeão da Libertadores e campeão do mundo com a camisa do São Paulo entre 1992 e 93, Pintado balançou quando questionado se alguém do Morumbi o procurou – ele é um dos cotados para substituir Milton Cruz na comissão técnica. Antes de discutir a possibilidade de voltar ao Tricolor, ele promete conversar com a diretoria do Guarani. Mas por enquanto, garante, não há nada em andamento.

– Não tem pergunta mais fácil não [sobre se alguém o procurou]? Eu repito. Tenho um compromisso como Guarani. A princípio eu jamais resolveria alguma situação sem falar com a diretoria do Guarani. Antes de qualquer coisa está o Guarani. Mas nunca escondi que gostaria de trabalhar em um clube como o São Paulo. Não só eu, qualquer profissional do mundo gostaria de trabalhar em um gigante como o São Paulo.

Guarani x Independente-SP Série A2 Pintado (Foto: Rodrigo Villalba / Memory Press)Pintado é o principal cotado para assumir a função que era de Milton Cruz (Foto: Rodrigo Villalba / Memory Press)

A tendência é que Pintado, mesmo se procurado para comandar o departamento de análise de desempenho do São Paulo, termine a campanha do Guarani na Série A2. O time de Campinas entrou no G-8 com a vitória desta sexta e tem mais duas rodadas para confirmar a classificação ao mata-mata. Depois, depende da ida à final para conquistar o acesso. O campeonato termina no dia 8 de maio.

Esse é o mesmo discurso da diretoria, que mais cedo descartou qualquer chance de perder Pintado para o São Paulo. O presidente Horley Senna usou até uma frase mais forte, ao dizer que “nem o Milan tira o técnico do Guarani agora”. As partes interessadas devem conversar após a campanha na Série A2, apesar de o contrato ser válido até o fim de 2016.

– Não vou perder o foco enquanto estiver aqui. Estou lutando todo dia, venho trabalhar todos os dias com a cabeça aqui. Consegui ganhar confiança de algumas pessoas aqui dentro. Talvez não sejam muitos, mas são pessoas que considero bastante. Antes de qualquer pessoa ficar sabendo, irei falar com o presidente caso haja alguma coisa oficial.

 

Fonte: Globo Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*