Pênalti? Denis treina, mas diz que só vai bater se receber ordem de Bauza

Falta competência ao São Paulo nas cobranças de pênaltis. Nas últimas seis oportunidades que a equipe teve para marcar gols nesse tipo de jogada, foram cinco erros. Michel Bastos falhou contra César Vallejo e Linense. Calleri desperdiçou contra o São Bernardo, Ganso perdeu diante do Trujillanos, e Maicon não foi eficiente contra o Oeste. Tanto que a torcida, na partida do último sábado, chegou a pedir que o goleiro Denis fizesse a cobrança e seguisse o que foi feito por tantos anos por Rogério Ceni.

Nesta segunda-feira, o goleiro foi questionado sobre o assunto e deixou claro: apesar de treinar esse tipo de lance quase que diariamente, só irá bater caso haja um pedido do técnico argentino Edgardo Bauza. Agora, sua prioridade é se firmar debaixo das traves na equipe do Morumbi.

– Desde o começo do ano, deixei muito claro que meu objetivo principal era debaixo das traves. Tivemos seis pênaltis e erramos cinco. Eu continuo treinando, mas não é meu objetivo. A única pessoa que pode me fazer mudar de ideia é o treinador. Se ele me pedir, posso bater, já que estarei capacitado para isso – ressaltou o capitão são-paulino.

Vale lembrar que na partida contra o Oeste, o erro de Maicon no pênalti causou grande polêmica. Isso porque após a partida, o meia Paulo Henrique Ganso não escondeu a irritação e revelou que havia uma ordem que determinava que ele seria o batedor. Maicon não respeitou, pegou a bola e errou. Após a partida, o atleta falou que iria pedir desculpas aos companheiros nos vestiários pelo ato cometido.

Nesta terça-feira, diante do Trujillanos, a tendência é que Paulo Henrique Ganso seja o cobrador de pênaltis.

Fonte: Globo Esporte

2 comentários em “Pênalti? Denis treina, mas diz que só vai bater se receber ordem de Bauza

  1. O problema maior é a falta de inteligência e capacidade de decisão do treinador. Pênalti não tem segredo algum: basta o treinador escolher a ordem dos batedores, fazê-los treinar o suficiente e assumir a responsabilidade pelos erros de sua escolha.
    Assim o jogador vai ter o que precisa na hora de executar a cobrança: respaldo do treinador e tranquilidade para apenas repetir o que foi feito nos treinamentos.
    Assim simples; sem diz que diz…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*