Paulo Miranda fica contente por enfim voltar a atuar como zagueiro

O zagueiro Paulo Miranda nem se lembra mais da última vez em que atuou em sua posição de origem. “Rapaz, faz tempo, viu?”, comentou o jogador, acostumado a ser improvisado como lateral direito sob o comando do técnico Ney Franco. Contra o Vasco, na noite de quarta-feira, no Morumbi, ele reviverá os seus tempos de defensor ao lado de Lúcio.

“O professor ainda não me comunicou sobre isso, mas todo o mundo sabe que sou zagueiro. Vou procurar dar o meu melhor para me firmar”, disse Paulo Miranda, timidamente. Ele foi o escolhido por Ney Franco para suprir as ausências na zaga de Rafael Toloi, com estiramento muscular na coxa esquerda, e Edson Silva, expulso diante da Ponte Preta.

Mesmo há muito tempo sem exercer a função de zagueiro, Paulo Miranda acredita que não terá problemas na partida contra o Vasco. “É claro que não”, sorriu. “Até porque sou zagueiro”, afirmou.

O versátil jogador não quer ser o único a se destacar no início de campanha do São Paulo no Campeonato Brasileiro. “O tempinho que ficamos concentrados em Cotia foi bom para nos unirmos cada vez mais, acertando os erros que aconteceram. A gente só tem a evoluir na temporada”, defendeu Paulo Miranda, em uma das poucas vezes em que se soltou mais durante a sua entrevista coletiva.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*