Pato será esperança contra o Cruzeiro para completar ‘deja vù’ de 2014

Alexandre Pato parece estar cumprindo o mesmo roteiro de seus primeiros meses de São Paulo no ano passado. Sem jogar desde a eliminação para o Santos no Campeonato Paulista, em 19 de abril, o camisa 11 vai acumular 17 dias parado até a primeira partida das oitavas de final da Libertadores contra o Cruzeiro, em cenário muito parecido com o de 2014.

Na ocasião, Pato não pôde defender o Tricolor no Paulistão por já ter ultrapassado o limite de jogos pelo Corinthians. Assim, o atacante só conseguiu estrear no dia 12 de março, na vitória por 1 a 0 sobre o CSA (AL) na primeira fase da Copa do Brasil. Depois disso, foram 27 dias até a partida seguinte, que guarda ótimas recordações para o camisa 11.

O São Paulo precisou fazer o duelo de volta com o CSA e recebeu mais de 28 mil torcedores no Morumbi. Pato encontrou a nova torcida pela primeira vez e não demorou a apresentar seu cartão de visitas. Foi dele o gol que abriu o placar, em assistência de Maicon aos 19 minutos da etapa inicial. Mais tarde, aos 31 do segundo tempo, deu assistência precisa para Luis Fabiano marcar.

Agora, além de mais curta, a pausa no calendário antes do início do Campeonato Brasileiro está bem mais calma pelos lados do CT da Barra Funda. Em 2014, a empolgação pelos primeiros passos de Pato muitas vezes dava lugar a notícias como a briga de Maicon com o volante Fabrício, que seria afastado do elenco ao lado dos argentinos Clemente Rodríguez e Marcelo Cañete. Além disso, a eliminação para o Penapolense no Paulistão ainda causava instabilidade no grupo.

A última impressão desta vez é a classificação para as oitavas de final da Libertadores, assegurada com vitória sobre o rival Corinthians por 2 a 0. Assim o clube chega confiante para encarar o Cruzeiro, mas sem o suspenso Luis Fabiano, expulso contra os alvinegros. Como Alan Kardec está lesionado, Pato será a única opção para atuar centralizada no ataque.

Fonte: Lance

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*