Palmeiras vence outro Choque-Rei no Allianz Parque e afunda o São Paulo

No Allianz Parque, o Choque-Rei tem uma rotina: golaços e, no fim, vitória do Palmeiras. O jogo deste domingo não fugiu ao script, e foi assim que, de virada, o Verdão venceu o São Paulo por 4 a 2, para aliviar o clima de tensão no fim de semana de seu aniversário de 103 anos e complicar ainda mais o rival na zona da degola do Brasileiro.

Sem Dudu, Cuca apostou no time com quatro jogadores no meio-campo, enquanto Dorival tinha a volta de Pratto, suspenso. Desde os primeiros minutos as estratégias estavam bem definidas: o Palmeiras com a bola tentava envolver a zaga adversária; o São Paulo, então, precisaria ser preciso quando atacasse. Foi assim que o São Paulo, na primeira oportunidade, abriu o placar. Reposição de Sidão, desvio do Hernanes, lançamento de Pratto e gol de Marcos Guilherme.

A euforia tricolor virou preocupação em poucos minutos, após o preocupante choque entre o argentino e Hernanes. O centroavante desmaiou e saiu de ambulância do campo. Apesar do susto, o camisa 9 estava consciente quando deixou a arena.

Já com Gilberto, o time de Dorival por pouco não marcou mais um, com Marcos Guilherme. Dessa vez, o chute acertou o travessão – a bola tocou perto da linha e saiu.

As quase 30 mil vozes palmeirenses já mostravam impaciência quando, em três minutos, Willian mudou o jogo. Primeiro, ao aproveitar o erro de Edimar em cruzamento de Michel Bastos para igualar o placar; depois, em jogada individual, que terminou com o belo chute perto do ângulo de Sidão: 2 a 1 Verdão. Já são 15 gols para ele, artilheiro do time no ano.

Mas o São Paulo ainda teria uma chance antes do intervalo, e nos pés de Hernanes, seu jogador mais decisivo. Ele dominou contra dois e bateu no canto de Prass. Sexto gol em seis partidas desde sua volta.

Após um primeiro tempo bem jogado, o segundo foi mais elétrico – e também mais desorganizado. Quando Rodrigo Caio perdeu o gol na pequena área, o jogo parecia ficar a favor do lado tricolor. Mas como tem sido a história do Choque-Rei no Allianz Parque, outro belo gol palmeirense definiu o placar, em um tiro de primeira de Keno, de fora da área.

O estádio que já teve os gols de cobertura de Robinho e Dudu, ganhou outros dois para a coleção. No fim, Hyoran ainda completou o cruzamento de Willian para sacramentar os 4 a 2 e marcar seu primeiro gol pelo Verdão.

Nas cinco vezes que enfrentou o São Paulo no Allianz Parque, o Palmeiras venceu as cinco. Enquanto o Verdão segue no G4 com o triunfo, ainda a 14 pontos do líder, o Tricolor permanece no Z4, em 17º.

FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS 4 X 2 SÃO PAULO
Local: Allianz Parque, São Paulo (SP)
Data-Hora: 27/8/2017 – 16h
Árbitro: Sandro Meira Ricci (Fifa-SC)
Auxiliares: Emerson Augusto de Carvalho (Fifa-SP) e Marcelo Carvalho Van Gasse (Fifa-SP)
Público/renda: 33.537 pagantes/R$ 2.195.368,53
Cartões amarelos: Arboleda e Edimar (SAO)
Cartões vermelhos: –
Gols: Marcos Guilherme (12’/1ºT) (0-1), Willian (35’/1ºT) (1-1), Willian (38’/1ºT) (2-1), Hernanes (51’/1ºT) (2-2), Keno (33’/2ºT) (3-2), Hyoran (46’/2ºT) (4-2)

PALMEIRAS: Fernando Prass; Jean, Edu Dracena, Luan e Michel Bastos; Bruno Henrique (Keno, aos 15’/2ºT), Tchê Tchê, Moisés e Guerra (Hyoran, aos 28’/2ºT); Willian e Deyverson (Thiago Santos, aos 34’/2ºT). Técnico: Cuca.

SÃO PAULO: Sidão; Buffarini, Arboleda, Rodrigo Caio e Edimar; Petros. Jucilei e Hernanes; Marcos Guilherme (Denílson, aos 34’/2ºT), Cueva (Lucas Fernandes, aos 12’/2ºT) e Pratto (Gilberto, aos 27’/2ºT). Técnico: Dorival Júnior.

9 comentários em “Palmeiras vence outro Choque-Rei no Allianz Parque e afunda o São Paulo

  1. Teremos 2 jogos teoricamente mais faceis, disse teoricamente, Ponte e Vitoria e dois times que brigam na parte de baixo da tabela, se ganharmos que é possivel, estaremos ainda com chance de sair definitivamente do Z4 caso contrario, estamos colocando 1 pé da 2a divisao, depois desses jogos teremos as Galinhas, gambas, tudo em que é em casa, mas com eles estao meio que desesperados pq comecaram a perder o jogo ficou mais dificil ainda, e mesmo que a torcida faça sua parte, sera um jogo imprevisivel e de mais uma derrota anunciada.

  2. Ja era uma derrota esperada, se nao errassem tanto talvez teriamos ate ganho ou pelo menos empatado, mas nosso time consegue ser pior dos piores, continua as falhas individuais, pelo menos 2 gols foram de falhas, logico todo time falha, mas o nosso erra em excesso, e isso nao é erro Dorival, é culpa da diretoria no poder seu Leco Leco que insiste em gastar o dinheiro em jogador meia boca, para compor elenco e com isso estamos afundando, podem colocar o melhor treinador do mundo que nao daria e nao dara jeito no sao paulo, hj por exemplo so Hernanes prestou para alguma coisa.
    Mas o que fazer em meio a um campeonato de pontos corridos que cada ponto ganho é essencial e o que o Dorival pode fazer é apostar nos garotos da base para substituir as porcarias pode dar certo como pode dar tudo errado e pior ainda queimar os garotos, negocio é torcer para uma força divina que ajude, e inspire as porcarias que temos que pelo menos jogue um pouco de bola, corra atras do prejuizo e nao ficar parado e olhando a banda passar como foi no 4o gol que seu Rodrigo caio deu condicao e ficou olhando quando ele percebeu ja era tarde d+, sem falar no gol que perdeu, enfim estamos caminhando a passos largos para 2a divisao, e seu eu fosse o Dorival ja teria pedido conta, pq nao fara magica e nem tirara leite de pedra.

  3. São Paulço mereceu apanhar MESMO !!!
    1- Sidão; Outra vez fez cagada dando a bola nos pes do adversario !!! Ou é muito incompetente mesmo ou anda muito nervoso. Melhor colocar o Lucas Perri que
    é o melhor de todos e é Sampaulino de coração.
    2-Bufarini; Melhor doar para algum timeco argentino e escalar o nosso menino
    que é baixinho mas joga com o coração(não lembro do nome mas veio do FLa)
    3-Arboleda; Contra a Ponte ele estará suspenso ! Ponha o Lugano que joga com raça! E é de raça que estamos precisando.
    4- Cueva; Está claro que não quer mais jogar no SPFC !!!!!
    5-Marcos Guilherme; precisa conversar com ele para não ser tão burro e egoista!
    Naquela situação era só cruzar que 99% seria nosso gol.
    6- Dorival; contra a Ponte entre com retranca ToTAL !!!!!!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*