Osorio pode deixar Tricolor com média inferior a Leão e Ney Franco

O técnico Juan Carlos Osorio pode comandar o São Paulo pela última vez na partida da noite desta quarta-feira, às 22h, contra o Vasco, no Maracanã. Após admitir conversas com a seleção mexicana e afirmar não confiar mais na diretoria, o treinador havia estipulado o duelo contra os cariocas como meta pessoal antes da sua provável despedida. Caso saída se confirme, mesmo com a vaga na bagagem, o colombiano deixaria o Tricolor com uma média inferior a nomes contestados dos últimos anos, como Emerson Leão e Ney Franco.

Até o momento, Osorio tem 50% de aproveitamento, com 11 vitórias, 6 empates e 9 derrotas em 26 jogos disputados. Mesmo que vença, alcançaria apenas 51,8%. Dos últimos dez comandantes do Tricolor, incluindo o período em que Milton Cruz sentou no banco de reservas entre as finais do Paulista e o início do Brasileiro, neste ano, o comandante seria apenas o sétimo colocado da lista.

Logicamente, não estão colocadas em jogo as dificuldades encontradas por cada um dos profissionais. Por exemplo, enquanto o colombiano teve apenas jogos de Série A e Copa do Brasil pela frente, a maioria dos outros passou mais tempo no cargo e pôde encarar jogos de Estadual, torneio com qualidade bastante inferior ao Nacional.

O primeiro colocado seria Muricy Ramalho, com 68% na sua primeira passagem. Na segunda, que foi encerrada neste ano, ele também foi melhor: 60%, com 58 vitórias, 22 empates e 29 derrotas. Depois dele está Milton Cruz, com 66,6% dos pontos disputados, mas em apenas 11 jogos (7 vitórias, 1 empate e 3 derrotas).

Dos que ficaram mais tempo, Paulo Cesar Carpegiani e Emerson Leão também ultrapassaram a barreira dos 60%. O primeiro, que comandou o clube entre 2010 e 2011, chegou a 65,9%, enquanto Leão somou 63,63% de todos os pontos que pôde disputar.

Em quinto, aparece Ricardo Gomes. Comandante que sucedeu o longo e vitorioso período Muricy, ele teve 58,9% de aproveitamento entre 2009 e 2010. Atrás dele vem o único que pôde comemorar um título em seu período tricolor. Ney Franco, contratado em 2012 e campeão da Copa Sul-Americana daquele ano, conseguiu 58,6% do que teve chance de obter.

Na rabeira, o nome mais marcante é o de Paulo Autuori, dono de passagem desastrosa em 2013, com apenas 25% de aproveitamento. À frente dele estão Sergio Baresi, interino em 2009, e Adilson Batista, que comandou o clube em 2011, ambos com 45%.

Veja abaixo o aproveitamento dos comandantes:

1º – Muricy Ramalho – 68% (2006-09) – 60% (2013-15)
2º – Milton Cruz – 66,6% (2015)
3º – Carpegiani – 65,9% (2010-11)
4º – Leão – 63,63% (2011-12)
5º – Ricardo Gomes – 58,9% (2009-10)
6º – Ney Franco – 58,6% (2012-13)
7º – Juan Carlos Osorio – 50% (2015)
8º – Adilson Batista – 45% (2011)
9º – Sergio Baresi – 45% (2010)
10º – Paulo Autuori – 25% (2013)

10 comentários em “Osorio pode deixar Tricolor com média inferior a Leão e Ney Franco

  1. Uma notícia dessa é tudo o que a ala corneteira da “torcida” do São Paulo queria. Eles deliram de prazer.

    Ficam tão loucos e precipitados que esquecem até de fingir aquela “coerência” pra criticar. Dane-se que o juiz meteu a mão contra o Corínthians, dane-se que o Rogério entregou o empate para o Palmeiras, dane-se que ele está usando a base além do que o mais insistente pedia, dane-se que estão comparando Brasileirão com Paulista. Dane-se até que o cara vem de fora onde o futebol é BEM diferente do daqui. Nessa hora não tem “imprensa gambá” né? Meu deus.

    • Meu caro, contra números não há argumentos.

      Dane-se que ele foi responsável direto por dois empates com Avaí, dane-se que ele foi responsável por tomar três gols do Goiás em pleno Morumbi, dane-se que ele só ganhou de bêbado e apanhou feio dos times decentes.

      Aceita que ele é igual aos medianos treinadores brasileiros que dói menos.

      • Mais um comentário raso de um simples corneteiro. Tem sido assim por esses lados.

        Mas não se preocupe, provavelmente o Professor Pardal vai assinar com a seleção do México e você vai poder voltar a torcer contra o rebaixamento com algum cabação brasileiro no comando. Aí a gente vê o que dói menos.

        Abraços 😉

  2. Esse dois que não vou falar o nome e a maior piada que o são Paulo já teve compara co Osório e o mesmo que compara globo a band na audiência de novela ,ou seja não tem comparação e para quem não gosta do Osório torça para ele fica no são Paulo se quiser ganha copa do Brasil e ir para libertadores 2016 porque se trousse um desses dois da matéria para treina o são Paulo vai para serie b com certeza .

    Acorda torcedozinhos de resultado (time ganha e o melhor time perde é o pior) e responda a pergunta contra a Pink rosa palmeiras e contra o Vasco quem jogou melhor foi o são Paulo ou os outros?

    O Osório cumpriu o que prometeu no jogo depois do jogo contra o Avaí ?

    Abraços a todo os soberanos .

  3. O que me preocupa muito e a saída do Osório ,porque se isso realmente acontecer a copa do Brasil praticamente já era ,ou seja com Osório 99% de chance de ganha sem Osório 1% de chance de ganha .

    Circular uma noticia que o Osório vai embora sábado após o jogo contra o atlético- PR e Muricy assume segunda feira o são Paulo alguém confirmar essa noticia ?

    Abraços a todos os soberanos

  4. Ué, mas não é o diferenciado, protegido da caravana?

    Quando eu disse que é a mesma porcaria que os medianos brasileiros, falaram um monte de merda.

    Paulo RP, para o São Paulo brigar por qualquer título ano que vem, nas mãos desse técnico, vai precisar de um elenco do peso de Um Real Madri ou Barcelona.

  5. Acho péssimo o desempenho do Osorio, e os números confirmam. Entretanto, credito isso ao fato de sua inflexibilidade de opinião, o que o torna menos inteligente do que aparenta ( quanto ao fato de ficar mudando o time sem necessidade, em escalações de um jogo para outro e, também, em mudanças durante as partidas), quando deixou pelo caminho mais de 10 pontos, o que nos colocaria na briga pelo campeonato. Ainda assim, gostaria de vê-lo continuar no clube no próximo ano, torcendo para que alcançasse um melhor resultado, porque, mesmo criticando sua obsessão, acho muito bonito a forma dele colocar o time pra jogar…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*