Osorio deixa São Paulo mais ofensivo, mas time peca nas finalizações

Foram várias chances. Com uma postura ofensiva desde o início do jogo contra o Avaí, no último domingo, no Morumbi, pelo Brasileirão, o São Paulo adiantou sua linha de marcação e, por muitas vezes, teve todo o seu time depois do meio-campo. Ainda assim, não conseguiu transformar ímpeto em gols e acabou tropeçando em casa diante dos catarinenses: após sair vencendo por 1 a 0, acabou cedendo o empate .

O São Paulo é o quinto time que mais finaliza no Brasileirão. Em oito rodadas, foram 100, com uma média de 12,5 por jogo – o Palmeiras, com 119, é quem mais chuta ao gol. O aproveitamento do Tricolor, no entanto, é baixo: apenas 31 arremates foram em direção ao gol.

Até aqui, foram 18 finalizações defendidas, 38 para fora e uma na trave. Além disso, foram 28 finalizações bloqueadas pela defesa rival. Apesar de ter o segundo melhor ataque da competição, com 14 gols, o Tricolor sabe que precisa aproveitar melhor as chances que tem para voltar à ponta da tabela.

Fora da partida contra o Avaí, Luis Fabiano é quem mais finalizou até agora: 16, em sete jogos. Michel Bastos, com 15, Souza, com 10, e Alexandre Pato, com nove, são os outros principais finalizadores da equipe.

Contra o Avaí, foram 15 finalizações. Dessas, nove foram para fora. Michel Bastos foi quem mais tentou: cinco.

Durante a semana, Osorio costuma fazer um treino especial com os atacantes. Na atividade, um jogador sai sempre da esquerda, tabela com um companheiro no meio, passa por uma barreira fixa e cruza para a área. Na definição, alguém domina para o atacante, que vem de trás, chutando.

– Temos de melhorar mais ofensivamente. Um time grande deve ter quatro opções para fazer um gol. Tivemos muitas e fizemos só uma – afirmou o treinador.

Carlinhos também reconhece que o time pecou nas definições contra o Avaí. Mas acredita que haverá tempo para trabalhar as finalizações até o clássico contra o Palmeiras, domingo, na casa do adversário.

– Fizemos uma boa partida. Se tivéssemos marcado em uma das chances que criamos no começo do jogo, teríamos vencido. Temos a semana inteira para nos prepararmos. Não podemos falar apenas o que deu errado – completou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.