Conselheiro tenta adiar eleição para presidência do São Paulo

O conselheiro Francisco de Assis está tentando adiar a eleição marcada para o próximo dia 18 de abril, que vai apontar o novo presidente do São Paulo para os próximos três anos. Membro da oposição, ele entrou com uma pedindo que os conselheiros “sub judice” sejam impedidos de votar. Entende-se por “sub judice” os conselheiros que se tornaram vitalícios pós 2004, com base na ação que ele também moveu contra as mudanças estatutárias e que tiveram seu último ato semana passada, quando o STF manteve a decisão da primeira instância, dando nulidade a todas as alterações que foram feitas.

Pelas contas, seriam 59 conselheiros, dos 240 existentes no Conselho Deliberativo.

O Departamento Jurídico do São Paulo entende que o novo estatuto, feito com a aprovação da Assembleia Geral, ou seja, dos sócios, satisfaz a ação e, portanto, anula seus efeitos.

Na nova ação proposta, Francisco de Assis pede que seja emitida uma liminar para adiar a eleição até que o mérito seja julgado.

Sobre esse novo pleito o Departamento Jurídico do São Paulo ainda não se pronunciou, mas dificilmente a oposição terá sucesso nessa tentativa de mudar a data da eleição.

Eu, por minha vez, coloco a seguinte questão: será que quem está ganhando um jogo tenta mudar a regra nos últimos minutos ou segue do jeito que está até o fim?

Paulo Pontes

9 comentários em “Conselheiro tenta adiar eleição para presidência do São Paulo

  1. Não dá para criticar quem está exercendo o seu direito, na qualidade de conselheiro. Respeito muito o ilustre Dr. Francisco de Assis e suas convicções. Necessário lembrar que foi graças a sua laboriosa tenacidade é que o Leco & Cia se apressaram em aprovar o novo Estatuto da Instituição. Seu saber jurídico é consistente. Podemos não concordar com sua posição política, mas temos que respeitá-lo acima de qualquer outra coisa.

  2. Os dois candidatos são farinha do mesmo saco. A luta suja dos bastidores só revela que ambos querem usar o clube para obter vantagens pessoais e até benefícios financeiros. Não se enganem: o São Paulo está e continuará estando em péssimas mãos. O clube é uma instituição podre e seu futuro está mais que ameaçado, está comprometido.

  3. É vergonhoso o que esse Senhor vem fazendo. Está marcado na história do São Paulo como alguém que só tentou aparecer através destas infelizes ações. VERGONHOSO!!!

  4. Se analisarmos os fatos ele tem razão.
    Até o novo estatuto deveria ser anulado, pois antes de passar pela assembléia, foi aprovado por conselheiros hoje considerados ilegais.
    Ou a decisão de um STF não vale absolutamente nada?

  5. Paulo acho que vc deveria saber primeiro se a oposição como vc diz concorda com tal pedido antes de dizer que a oposição esta tentando A ou B.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*