Nos pênaltis, Tricolor se garante na final da Taça BH

O São Paulo fez um jogaço diante do Flamengo na primeira semifinal da Taça BH Sub-17. Saiu na frente do marcador, com Gabriel, depois fez mais um, com Brenner. Construiu jogadas o tempo inteiro, incomodou o rival e teve o domínio da bola na maior parte da partida, mas sofreu o empate duas vezes e teve que decidir o jogo nas cobranças de pênalti. E nelas, o goleiro Thiago brilhou, pegou duas cobranças e ajudou o Tricolor a se garantir na decisão do torneio.

Aos seis minutos o Tricolor teve a primeira grande chance do jogo. Gabriel Sara cobrou escanteio e Walce completou de cabeça, mas o goleiro conseguiu fazer a defesa. Dois minutos depois, Rodrigo Nestor assustou o goleiro ao acertar um chute forte de longe, mas novamente o flamenguista fez a defesa. Aos 21 minutos, Rodrigo Nestor tocou de cabeça para Gabriel. O atacante dominou, tirou do goleiro e tocou para o gol. Melhor em campo, porém, aos 29 o Tricolor sofreu o empate de cabeça. Depois de sofrer o gol, continuou indo pra cima, mas não conseguiu mais gols.

Na saída do segundo tempo, Gabriel ganhou a bola, Rodrigo Nestor achou Marquinhos na direita. O atacante ganhou do zagueiro na velocidade e chutou cruzado, a bola passou raspando a trave direita! Na sequência, Igor arriscou o chute da entrada da área, mas o goleiro segurou! Aos 12 minutos, o Tricolor assustou o goleiro com chute forte de Gabriel Sara, mas o arqueiro conseguiu a defesa. Aos 16, outra grande chance são-paulina com Marquinhos. Ele recebeu na esquerda e, entre três zagueiros, chutou, mas a zaga desviou.

Em seguida, Orlando fez as primeiras mudanças na equipe e foi muito feliz. Helio, Fabinho e Brenner entraram em campo, e o último foi o responsável pelo gol são-paulino logo depois. Aos 21 minutos, ele recebeu na frente e chutou forte no canto direito do arqueiro! Porém, mesmo com o controle do jogo, o São Paulo sofreu novamente o empate aos 29, em cobrança de escanteio, e o resultado permaneceu até o fim do jogo. Assim, a decisão da vaga foi para os pênaltis.

Helio fez a primeira cobrança para o Tricolor, mas o goleiro do Flamengo conseguiu segurar. Na sequência, o são-paulino Thiago respondeu e deixou tudo igual. A partir daí, todos os tricolores marcaram: Walce, Marcos Antônio, Fabinho e Brenner, e deixando tudo com cortornos ainda mais dramáticos, o Thiago defendeu a última cobrança flamenguista, dando a vaga para o Tricolor.

Na decisão, os são-paulinos enfrentam o Palmeiras, que venceu o Fluminense 4 a 3. A final será no domingo (24), às 11h, na Arena Independência.

São Paulo: Thiago; Tuta (Marcos Antônio, 37min/2ºT), Diego, Walce e Weverson; Rodrigo Nestor (Cassio, 25min/2ºT), Luan, Gabriel Sara (Helio, 17min/2ºT), Igor (Danilo, 37min/2ºT), Marquinhos (Fabinho, 17min/2ºT) e Gabriel (Brenner, 17min/2ºT)

Técnico: Orlando Ribeiro

 

Fonte: Site Ofic ial

Um comentário em “Nos pênaltis, Tricolor se garante na final da Taça BH

  1. Jogaço!
    Mais uma geração acima da média no sub 17. Tem garoto ali, com 15 anos que joga mais que muita gente grande, que é o caso do camisa 5, Rodrigo Nestor, um volante canhoto, grande “ladrão”de bola, que arma muito bem o time, e que, ontem, foi o melhor do jogo. Os garotos: Marquinhos (11); Gabriel Sara (10), Brenner que entrou durante a partida, fez o segundo gol e mostrou muita personalidade e o zagueiro Diego me encantaram.
    Espero que no domingo, independentemente de serem ou não campeões da Taça BH, os meninos confirmem as esperanças.
    Tem mais: tenho maior prazer vê-los jogando do que vendo nosso time principal…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.