Ney espera torcida feliz: “Sem técnica, teve entrega e envolvimento”

Ney Franco estreou no Morumbi como técnico do São Paulo ouvindo intensas vaias como resposta à apática atuação na derrota por 1 a 0 para o Vasco. Os protestos motivaram o treinador a cobrar empenho de seus comandados. Por isso, acredita que os revoltados abriram sorrisos com a vitória por 2 a 0 sobre o Figueirense em Florianópolis neste domingo.

“O torcedor do São Paulo que compareceu aqui ou viu o jogo de outro lugar deve ter gostado. Se não foi um jogo técnico, foi de entrega e envolvimento, como acho que tem que ser nos jogos do São Paulo e como tem que ser a partir de agora”, afirmou o comandante sobre a partida no Orlando Scarpelli.

Ney Franco já embarcou para Santa Catarina com o planejamento de desempenho convincente não só neste domingo, mas também na quarta-feira, diante do lanterna Atlético-GO, no Serra Dourada. Se tiver sucesso também em Goiânia, a esperança é de melhor recepção no próximo domingo, contra o Flamengo, no Morumbi.

Rubens Chiri/Site Oficial SPFC

Treinador comemorou por ver seus jogadores atuando exatamente com a aplicação tática que ele definiu

“Deu tudo legal hoje (domingo). Os jogadores no vestiário estavam todos muito felizes pelos três pontos e sabendo que estes três pontos foram conquistados através do empenho deles”, contou. “Como treinador, fico muito feliz por ter olhado em campo o time com a aplicação tática que defini.”

Se o jogo contra o Figueirense, que está na zona de rebaixamento e só venceu uma vez neste Brasileiro, chegou a ser sonolento principalmente no primeiro tempo, Ney Franco se defende citando o tamanho do Orlando Scarpelli e a qualidade do rival. “O Figueirense marca muito forte também e o campo tem dimensões inferiores às do nosso. As duas equipes criaram pouco”, argumentou.

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*