Nenê perdeu apenas três pênaltis nos últimos quatro anos

Desde que retornou ao Brasil, em agosto de 2015, Nenê perdeu somente três pênaltis. Mas a cobrança desperdiçada diante do Sport aconteceu justamente em um dos momentos mais complicados do São Paulo na atual temporada.

Em consequência disso, saiu vaiado pela torcida, chegou a 15 jogos sem balançar as redes e viu as chances de o Tricolor garantir presença na fase de grupos da Libertadores caírem para 12% – segundo cálculos do matemático Tristão Garcia, do site Infobola.

Desde que retornou ao Brasil, em agosto de 2015, o camisa 10 cobrou 25 penalidades e errou apenas três – o que corresponde a um aproveitamento de 88%.

Antes disso, Nenê chegou a ficar mais de quatro anos sem saber o que era desperdiçar uma penalidade: a última vez que ele havia falhado na marca da cal foi pelo Paris Saint-Germain, na vitória por 4 a 2 contra o Athletic Bilbao, pela Liga Europa, em dezembro de 2011.

Depois disso, o meia converteu 21 cobranças seguidas, somando suas passagens por PSG (França), Al-Gharafa (Qatar) e Vasco. E foi justamente com a camisa cruzmaltina que Nenê voltaria a desperdiçar uma cobrança – há quase uma temporada, no dia 3 de dezembro de 2017, na vitória por 2 a 1 sobre a Ponte Preta.

Vale lembrar que o pênalti defendido pelo goleiro Maílson, do Sport, foi apenas o primeiro perdido por Nenê com a camisa do São Paulo – antes disso, o camisa 10 já havia convertido quatro cobranças.

Jejum e chance pequena de ir ao G-4

Ao mesmo tempo em que o aproveitamento do camisa 10 na marca da cal – com exceção da última cobrança – é muito bom, o do São Paulo contra a Chapecoense, próximo conpromisso do tricolor no Campeonato Brasileiro, é desfavorável.

A Chape é um dos poucos clubes que possuem vantagem no retrospecto histórico contra o clube do Morumbi. Contabilizando todos os confrontos, são nove partidas: três vitórias do time catarinense, quatro empates e apenas dois triunfos do tricolor.

Para piorar, Nenê não balança as redes há 15 partidas, desde o empate por 1 a 1 com o Paraná, na Vila Capanema, na 20ª da competição nacional. Ainda assim, permanece como vice-artilheiro do São Paulo na temporada, com 12 gols marcados – quatro a menos que Diego Souza.

 

Fonte: Globo Esporte

5 comentários em “Nenê perdeu apenas três pênaltis nos últimos quatro anos

  1. Sempre achei que pênalti tinha que ser batido igual os do Raí… forte no canto baixo. Até perder dois no mesmo jogo.

    Depois vi Djalminha… hoje tem o Henrique Dourado… os chutes sempre fracos só tirando do goleiro.

    Nene não faz nem um, nem outro…

  2. Não adianta , ele chuta mal pênalti
    Nunca poderia proceder daquele jeito para um pênalti que iria colocar o clube no G-4
    Eu duvido que treina pênalti, se treinasse iria firme para a bola, próprio de quem treina continuamente

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*