“Não consigo dizer o quanto faço falta ao time do São Paulo”, afirma Kaká

A saída de Kaká é apontada por muitos críticos e torcedores como o principal motivo para a queda de produção do São Paulo, que terminou 2014 como vice-campeão brasileiro, neste primeiro semestre. Sem vitória em clássicos e com futuro ainda indefinido na Taça Libertadores, o Tricolor perdeu Muricy Ramalho e, com Milton Cruz no cargo de interino, tenta voltar ao rumo.

Em participação no“Seleção SporTV”, Kaká minimizou os efeitos de sua saída do clube. Após seis meses de empréstimo, partiu para os Estados Unidos, onde agora atua pelo Orlando City.

– Acompanho muito a equipe pela imprensa, converso com algumas pessoas de lá, com jogadores, mas é difícil dar um parecer quando você não está no dia a dia. Lamento muito terem começado dessa forma, já que ano passado terminamos bem, com a torcida ao nosso lado, mas ainda acredito que terão muitas alegrias neste ano. Não sei se teve todo esse peso (a minha saída). Fiquei feliz de poder contribuir no tempo que estive no clube, mas depois da saída não consigo dizer o quanto faço falta ao time do São Paulo.

Nesta noite, o SporTV mostra a partida do time paulista diante do Danubio. Com duas derrotas e duas vitórias, a equipe vive uma fase delicada na competição continental e entra em campo sob pressão no Uruguai, às 22h, pela quinta rodada do Grupo 2. A narração é de Jota Jr, ao lado dos comentaristas Maurício Noriega e Belletti. E Kaká promete acompanhá-la pela televisão.

– Acompanhei o último jogo na Argentina (derrota por 1 a 0 para o San Lorenzo). No Paulistão vejo mais os resultados, por causa do fuso perco os jogos. Mas hoje à noite vou acompanhar o jogo do São Paulo. Será muito perigoso. Por outro lado, todo esse perigo cria uma atenção e comprometimento maior. O São Paulo está muito bem, perto da classificação – afirma.

Sobre Paulo Henrique Ganso, que vem sofrendo críticas por suas atuações pouco convincentes em jogos decisivos, Kaká defendeu o talento de seu ex-companheiro.

– Não sei a expectativa de vocês (imprensa) em relação a ele. Mas é continuidade. Nos seis meses que passei no São Paulo, ele foi muito bem, voltaram a cogitar o nome dele na Seleção e  agora volta a ser muito cobrado. E será sempre, não por terem expectativa, mas porque já viram o que ele é capaz de fazer.  Ganso tem uma qualidade de criação impressionante – afirmou.

 

Fonte: Globo Esporte

2 comentários em ““Não consigo dizer o quanto faço falta ao time do São Paulo”, afirma Kaká

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*