Muricy repete time e avisa: estrelas do ataque não podem jogar todas juntas

A partida de sábado, diante da Chapecoense, no Morumbi, é mais um passo importante para aproximar o São Paulo dos líderes do Brasileirão. Ao falar sobre o jogo, o treinador utilizou a Copa do Mundo para prever dificuldades, mesmo jogando em casa, contra um adversário recém-promovido da Série B.

“Não tem essa, futebol tem que levar muito a sério tudo. Temos um time que vem bem treinado e descansado. Conversamos da dificuldade que vamos ter, a própria Copa mostrou o equilíbrio de todo mundo, não existe esse negócio de encontrar facilidade. Jogadores estão conscientes de que o jogo vai ser duro, tem que se manter perto dos líderes, se não ficar perto, não tem a mínima chance”, afirmou.

Ao longo do Brasileirão, o técnico prometeu utilizar todas as opções do elenco, principalmente as estrelas do setor ofensivo (Kaká, Pato, Ganso, Luis Fabiano e Alan Kardec), mas avisou: esses cinco, jogando juntos, é impossível.

“Os cinco de uma vez só é complicado, não tem como, é difícil. Só em uma situação de desespero. Parte coletiva é fundamental também, sem a bola, se não tiver características de roubar, é complicado”, disse. “Sei que é difícil no Brasil aceitar a troca de jogadores, aqui não se aceita nada, mas com certeza, os exames que a gente tem feito, se alguém acusar algo sai, não importa cultura. Se tiver algum jogador sentindo, a ponto de ser machucado, eu tiro. Existem os exames, todos os jogadores estão cientes que tem que estar preparados, vão ter oportunidade”.

Muricy viu evolução na partida diante do Bahia, e repetirá o time com Rogério Ceni; Douglas, Rodrigo Caio, Antonio Carlos e Álvaro Pereira; Souza, Maicon e Ganso; Osvaldo, Ademilson e Kardec. Apesar disso, avisa: ainda há erros a corrigir.

“Acho que a gente fez um bom jogo contra o Bahia, mas com certeza não pode ser só um jogo para a gente saber como o time está. Já oscilou bastante, começou bem, não se manteve. Aproveitou bastante a parte física apurada, o time ficou bastante tempo junto, então foi importante a pausa. Fez um bom jogo, mas dentro da própria partida teve alguns erros que tem que corrigir ainda”, disse.

Luis Fabiano, lesionado, é desfalque certo. Kaká e Toloi ainda aprimoram a parte física e também ficam de fora do jogo, que será às 18h30, no Morumbi.

 

Fonte: Uol

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*