Muricy lamenta sufoco no fim e avisa: ‘Vencer menores é obrigação’

Sempre sincero, Muricy Ramalho criticou a atuação do São Paulo, apesar da vitória por 2 a 1 sobre o Oeste, neste domingo, no Morumbi. O Tricolor abriu 2 a 0, com dois gols do zagueiro Antônio Carlos no primeiro tempo e viu Luis Fabiano desperdiçar uma cobrança de pênalti na segunda etapa. Pouco depois, o Oeste diminuiu e pressionou até o fim em busca do empate. Segundo o técnico, vencer equipes menores nada mais é do que uma obrigação no São Paulo.

– Nós fizemos um primeiro tempo normal pelo time que nós temos é obrigação nossa ganhar dos times com menos estrutura e investimento. Temos de criar muito mais e fazer muito mais gols – afirmou Muricy.

Para o treinador, o Tricolor não poderia ter levado o sufoco que tomou nos momentos finais da partida. O empate poderia ser decretado se o goleiro Denis, que substituiu o machucado Rogério Ceni, não tivesse feito uma grande defesa após chute de Bruno Nunes, o mesmo que fez o tento dos visitantes.

– O adversário fez um gol, acreditou que dava para ir para a frente e quase fez o gol de empate. Esse tipo de jogo, nós precisamos matar logo, senão pode complicar.

Ciente de quem ainda tem muito trabalho pela frente, Muricy Ramalho deixa claro que o seu time ainda está em formação.

– Estamos muito longe de ser um time. Nós tivemos o domínio, mas não tivemos grandes chances. Treinamos apenas dez dias antes do Paulista e estamos usando esses jogos até como uma forma de preparação. Vai demorar ainda para sermos um time.

Fonte: Globo Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*