Muricy estranha protesto de torcida e volta a falar em ser ‘derrubado’ do São Paulo

Muricy Ramalho viu com estranheza o comportamento da torcida do São Paulo durante a vitória sobre o São Bento por 1 a 0, na última quinta-feira, no Morumbi. Enquanto a principal organizada do clube cobrava “trabalho”, seu principal lema, os torcedores comuns o apoiavam.

O técnico não falou se as críticas podem ter sido mandadas, mas durante entrevista após a volta a partida voltar a relacionar o assunto com um susposto movimento para derrubá-lo do clube. Ele garante que não vai jogar a toalha, mas clama pelo apoio da arquibancada.

– Essa torcida que sempre grita meu nome, é estranho, né? Mas a gente vai continuar trabalhando mesmo, que é uma obrigação e a gente espera que apoiem. É um momento que a gente entende, não fomos bem, normal a torcida está zangada pelo momento nosso. A única maneira de mudar é vencer e vamos atrás disso. Até pedimos com humildade, peço que eles apoiem a gente. É o São Paulo, não a mim. isso é fundamental, eles fizeram a diferença anos atrás, e agora podem fazer de novo – afirmou o treinador.

Na mesma entrevista, Muricy admitiu um racha no clube e apontou para a diretoria e não o ambiente entre os jogadores, que ele considera saudável. Ao mesmo tempo, o técnico voltou a falar sobre pessoas que supostamente o querem ver fora do clube.

– O negócio é o seguinte: meu sonho era me aposentar aqui, encerrar a carreira aqui, porque devo muito a esse clube, à torcida, eles que me trouxeram de volta. Ainda bem, porque pude ajudar a não passar por desastre. E realmente pela torcida e por tudo que represento no futebol, vou lutar sempre. Só que tem hora que há coisas no futebol, e não sou nenhum menino, de tentar me derrubar. Porque senão vou brigar até o último. Sou determinado, nos momentos ruins vou crescer mesmo. Sei que não é fácil, conheço bem as coisas aqui e vamos sair desse momento – disparou o treinador.

Sobre as coisas que não ajudam em nada, recentemente o presidente Carlos Miguel Aidar foi ao CT da Barra Funda encontrar Muricy na tentativa de afastar rumores de que não estava ao lado do técnico. O encontro dos dois, porém, foi rápido e frio e sempre que perguntado se há respaldo na presidência, o treinador não passa firmeza.

 

Fonte: Lance!net

2 comentários em “Muricy estranha protesto de torcida e volta a falar em ser ‘derrubado’ do São Paulo

  1. … e o nosso diretor de futebol, o Atayde, do alto da sua ingenuidade franciscana, achava que o “racha” político não atingiria o futebol, porque “ele” blindou o CT da Barra Funda…só rindo mesmo!

  2. Quer dizer que o momento ainda não é ruim; que ainda não chegamos ao fundo do poço? Quer dizer que ele vai deixar para crescer depois de eliminado da Liberta?
    Sei não… acho que ele está falando só sobre si; a forma como ele vai “brigar” para sair por cima.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*