Motivação 400% e ansiedade movem Denilson às vésperas de clássico

Três dias separam Denilson do clássico contra o Corinthians. O semblante ligado confirma o que o volante do São Paulo diz publicamente: ele está muito motivado para a partida no Pacaembu, válida pelo encerramento do primeiro turno do Campeonato Brasileiro.

“O grupo está todo motivado, estamosconfiantes e treinando bem. Tenho certeza de que vamos dar 100%, 200%, 300%, 400%, porque precisamos vencer. Eu, particularmente, estou muito ansioso, no bom sentido, para que domingo chegue o mais rápido possível”, disse.

“É uma ansiedade boa, não nervosismo. Quero muito jogar esse clássico e ajudar o meu São Paulo. Até minha família me ligou dizendo que estava muito ansiosa. Minha cabeça está focada para esse jogo. Temos que conseguir três pontos e estamos trabalhando para isso”, justificou.

Djalma Vassão/Gazeta Press

Denilson conta as horas até domingo, dia em que São Paulo e Corinthians se enfrentam, no Pacaembu

Além do clássico em si e da possibilidade de derrubar o atual campeão da Copa Libertadores, Denilson admite incômodo por um tabu do São Paulo como visitante no clássico. O time tricolor não derrota o rival alvinegro no Pacaembu há seis jogos. O último resultado positivo lá foi o 5 a 1 do Campeonato Brasileiro de 2005.

 

“Incomoda porque o São Paulo tem uma tradição enorme, não só no futebol brasileiro, como no mundo. É um clube acostumado a ganhar. Quando não ganha, sempre há problema. Mas estamos tranquilos, pois é um jogo que vale os mesmos três pontos do que os outros”, falou.

Somar três pontos neste domingo especificamente seria importante para talvez reaproximar a equipe do grupo de classificação para a Libertadores do ano que vem. No momento, seis pontos separam o São Paulo do Grêmio, quarto colocado, que soma 34.

“Vai ser um jogo bom, porque as duas equipes vão buscar a vitória. No nosso caso, ela pode dar uma engrenada boa”, concluiu, inquieto, o camisa 15.

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*