Com mais duas chances de bater Corinthians, Lucas vai “para cima”

Alçado aos profissionais do São Paulo há dois anos, Lucas jamais venceu o Corinthians: foram três derrotas e um empate. Na tarde de domingo, no Pacaembu, ele terá mais uma chance, possivelmente a penúltima, pois se transfere para o Paris Saint-Germain em janeiro.

O assunto não mexe muito com o camisa 7. Ele coloca os objetivos do clube sempre à frente e diz que, se tivesse certeza de título, poderia até perder os dois clássicos que restam contra o rival alvinegro. Mas, obviamente, sair vencedor neste jogo está entre suas metas pessoais.

“Não tem como negar que o espírito é diferente. Clássico é como se fosse campeonato de um jogo só. Vou entrar motivado e muito a fim de vencer. Vencer o Corinthians faz parte do meu objetivo e vou correr muito”, reconheceu o meia-atacante.

Djalma Vassão/Gazeta Press

Meia-atacante enfrentou Corinthians quatro vezes desde que subiu ao time profissional, há dois anos

A primeira derrota veio no Campeonato Brasileiro de 2010 (3 a 0). Na mesma edição da competição, um 2 a 0 para o Corinthians. O melhor resultado com Lucas em campo foi um empate sem gols pelo Brasileiro 2011, pois a equipe perderia por 1 a 0 no Paulista do ano seguinte. Em todos esses momentos, ficou um sentimento particular de que poderia ter rendido mais.

 

“Nunca estou satisfeito com meu futebol, sempre tem algo a melhorar. Mesmo quando a gente vence, vejo o que errei e o que poderia ter feito diferente. Com derrota, mesmo jogando bem, vêm críticas e cobrança interior. Então preciso dessa vitória. Não só eu, como toda a equipe, para ganhar moral e embalar”, comentou, lembrando que o São Paulo, no momento com 28 pontos, pode se aproximar da zona de classificação para a Copa Libertadores em caso de triunfo.

Para isso, promete ir para cima. “Tenho característica de jogadas rápidas. Para furar defesas sólidas como a do Corinthians, o segredo é movimentação. Vou partir para cima e procurar usar isso da melhor maneira, para confundir a zaga e tabelar com o Luis Fabiano”, explicou Lucas, apostando no retorno do artilheiro, recuperado de estiramento na coxa esquerda.

O clássico que fecha o primeiro turno do Campeonato Brasileiro será às 16 horas (de Brasília) de domingo, no Pacaembu. Se não vencer desta vez, o meia-atacante só terá mais uma oportunidade, justamente em sua última partida com a camisa tricolor antes de ir para o PSG.

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*