Mesmo na festa do título do São Paulo, Fabuloso admite: ‘Estou desanimado’

Luis Fabiano costuma ser protagonista, mas pouco quis aparecer na festa do título da Copa Sul-Americana do São Paulo. No palco, o Fabuloso até mostrou empolgação, chegou a brincar com o presidente Juvenal Juvêncio, mas não pegou o microfone para falar e não ficou até o fim da comemoração. O comportamento discreto do atacante pode ter relação com seu momento, que ele próprio descreve como de desânimo.

Apesar de conquistar seu primeiro título de expressão pelo clube, o camisa 9 não está empolgado. Tudo porque foi expulso logo aos 13 minutos do primeiro jogo da final com o Tigre, na Argentina, e ficou fora da decisão no Morumbi.

– Meu sentimento, sinceramnete, é de desânimo. Às vezes, bate outro sentimento, o de dar tudo na Libertadores para viver tudo isso de novo – declarou o artilheiro são-paulino, que também comentou sua conversa com o presidente Juvenal Juvêncio:

– Um papo agradável. Desde a Argentina, eu fiquei tão mal, tão mal, que acho que eles ficaram com pena de mim. Porque acho que foi uma das maiores besteiras que fiz em minha carreira. Eu fiquei muito mal mesmo. Pensei muita besteira e ainda estou um pouco desanimado. Vou pegar essas férias, vou pensar, para ver o que vou fazer na volta.

Na Argentina, Luis Fabiano chegou a afirmar que tinha vontade de largar o futebol, mas que não faria isso. O camisa 9 também disse que a noite na Bombonera foi a pior de sua vida, depois da morte do avô dele.

Suspenso nesta quarta-feira, ele viu toda a confusão de um camarote do Morumbi e lamentou:

– Em toda a minha vida, eu não vi coisa parecida. É lamentável para o espetáculo, para o torcedor que foi ao estádio. Paciência, aconteceu. Eu não sei bem o que aconteceu. Tem várias versões e saímos campeões, que é o que importa.

Fonte: Lance

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*