Médico admite que Rogério Ceni ainda é dúvida para enfrentar o Galo

O goleiro Rogério Ceni ainda é tido como dúvida no São Paulo para o decisivo jogo desta quarta-feira, contra o Atlético-MG, no Morumbi. Com dores no pé esquerdo, por conta do choque que teve com Alexandre Pato no clássico com o Corinthians, o camisa 01 atuou no sacrifício contra o The Strongest (BOL), em La Paz, e o médico do clube, José Sanchez, disse que não pode “deixar de colocá-lo como dúvida”.

– Foi um trauma forte, o local está dolorido. Ele fez uma proteção e participou contra o The Strongest. Isso atrasa a recuperação em termos de dores. Ele teve um rendimento melhor, tem um quadro dolorido, e tenta diminuir as dores. Teve uma melhora considerável e deve fazer algum tipo de trabalho no campo – disse o médico.

Com uma equipe recheada de reservas, Dênis foi o titular da meta tricolor na vitória do XV de Piracicaba por 1 a 0 e pode ter nova chance no gol no jogo que decide o futuro do clube na Libertadores. O camisa 12 se diz pronto para assumir a responsabilidade.

– Se precisar estou pronto, a cabeça está focada neste jogo importante para sairmos com a vitória – disse na saída do gramado do Morumbi.

Toloi, que sentiu um incômodo na coxa direita contra o União Barbarense, ainda tem sua evolução aguardada por Sanchez para saber se o defensor terá condições de pegar o Galo. O médico, porém, está confiante quanto à presença dele na Libertadores. Denilson, o qual deve ser titular na quarta, saiu ainda no primeiro tempo contra o XV alegando cansaço, mas avisou que estará pronto para pegar os mineiros.
Fonte: Lance

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*