Mano sobre o São Paulo: cada um sabe qual consciência coloca no travesseiro

Para avançar às quartas de final do Paulistão, o Corinthians precisava, além de um bom resultado diante do Penapolense, de uma ajuda do São Paulo diante do Ituano. O alvinegro não fez a sua parte e empatou; o rival perdeu; o resultado foi a eliminação dos comandados de Mano Menezes. Perguntado se acreditava que o rival possa ter facilitado para o adversário, o técnico corintiano não foi assertivo na resposta.

“Cada um sabe com qual consciência coloca no travesseiro para dormir. No futebol, tudo é possível. Eu não tenho dúvida nenhuma. Acho que você tem dúvida. Mas os deuses do futebol estão lá em cima, e eles sabem conduzir bem o comportamento de cada um quando a bola rolar lá na frente. Nós vamos esperar os deuses do futebol e ver o que eles vão fazer.”, afirmou.

Mano também atribuiu a eliminação ao péssimo começo do Corinthians no Estadual. O técnico classificou o empate de hoje e a derrota no clássico contra o São Paulo como normais, ao contrário da má sequência das primeiras rodadas.

“Não perdemos a classificação hoje,  mas em uma série de seis jogos sem vitórias, com quatro derrortas consecutivas. Fizermos uma recuperação espectac ular, mas o que aconteceu depois, tanto no clássico, como hoje, está dentro da normalidade. O anormal é passar seis rodadas num jejum como passamos”, afirmou.

O treinador corintiano também minimizou a importância do campeonato. Para Mano, o torcedor sabe as prioridades, e deverá ter paciência até o final da construção da equipe.

“O torcedor do Corinthians é inteligente. No ano passado, o Corinthians ganhou o Paulistão e o pessoal não foi nem na quadra comemorar. Então, não pode ter essa importância toda quando perde. Teremos algum prejuízo por não termos avançado, mas acho que isso acontece”, explicou.

Fora da sequência do estadual, restará ao Corinthians se dedicar à Copa do Brasil, até o começo do Brasileirão. Mano Menezes promete utilizar o período para aprimorar e acertar os últimos detalhes de sua equipe.

“Vamos continuar trabalhando muito, porque temos um período que a ausência de jogos vai proporcionar. Hoje já estamos em um nível de competição, com alguns jogadores voltando depois de  um período longo. A gente está cuidando para fazer o que fizemos com Renato Augusto, que hoje já entrou bem. Assim a equipe vai crescendo de modo geral, e o grupo também”, finalizou.

 

Fonte: Uol

 

Nota do PP: sem chororô. O SCCP foi eliminado pelo São Paulo domingo passado, no Pacaembu. O resto é choro. E o choro é livre. Portanto, buuuuuuuuuuuuuuu!

Um comentário em “Mano sobre o São Paulo: cada um sabe qual consciência coloca no travesseiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*