Luis Fabiano lamenta possível adeus não ter sido no Morumbi

O empate por 1 a 1 com o Grêmio, em Porto Alegre, pode ter sido a despedida de Luis Fabiano do São Paulo, segundo ele próprio. Ao falar em tom de adeus, no fim do jogo desta quarta-feira, o autor do gol são-paulino lamentou não ter sido em casa, na capital paulista.

“Especial seria jogar no Morumbi, porque tenho carinho muito grande pelo São Paulo e adoro jogar no Morumbi”, disse, ainda no gramado da Arena do Grêmio, a qual também elogiou. “É bonita, por isso também pode ser especial”.

Em Campeonatos Brasileiros, ele é o maior artilheiro tricolor no Morumbi, com 52 gols marcados. No geral, contando todos estádios e campeonatos, acaba de se tornar o quinto maior da história do clube: igualou Luizinho nesta quarta-feira ao balançar a rede pela 173ª vez.

À frente de Luis Fabiano, estão apenas França (182 gols), Teixeirinha (189), Gino (233) e Serginho Chulapa (242) . A nove gols de França, ele admitiu que pode sair para o exterior na abertura da janela de transferências internacional por estar casnsado das críticas de parte da torcida.

Rubens Chiri/www.saopaulofc.net

Atacante balançou a rede gremista ainda no primeiro tempo: esse pode ter sido seu último gol pelo clube

“Quando não ganha, algumas mudanças têm que acontecer. De repente, essa mudança tem que ser eu”, falou o jogador de 32 anos, contratado de volta em 2011, quando o clube chegou a acordo com o Sevilla por 7,6 milhões de euros – agora, a diretoria aceita negociá-lo por seis milhões.

 

O técnico Ney Franco não abre mão do goleador, mas já entende uma provável saída. “Tenho que entender se alguém não está se sentindo feliz. Se eu sentisse que não estou feliz no São Paulo, também procuraria minha felicidade em outro lugar”, lamentou.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.