Lider da oposição não confirma nome de Pimenta como candidato do grupo

Lançado oficialmente ontem candidato à presidência do São Paulo como sendo da oposição, Eduardo Mesquita Pimenta não teve seu nome confirmado nesta sexta-feira pelas lideranças oposicionistas.

Apesar de reconhecerem nele um homem de muita história dentro do clube e como sendo membro fixo da oposição, as lideranças lembraram do compromisso assumido sobre candidatura, ainda no ano passado.

De acordo com o ex-presidente Fernando Casal de Rey, coordenador político da oposição, ele assumiu este posto com o objetivo de manter os conselheiros unidos, mas que passou o cargo para José Roberto Opice Blum, pois ele seria canditato. De Rey lembrou que qualquer alteração nesse rumo deveria ser aprovada ou não pelos grupos, e não individualmente. Ele não descartou uma prévia em caso de aparecerem dois ou mais candidatos.

Para Fernando Casal de Rey, que está fora do País e retorna semana que vem, o surgimento do nome de  Eduardo Mesquita Pimenta “é uma novidade e como tal deve ser debatida em reunião com todos e respeitada a opinião da maioria”.

Questionado se não reconheceria Pimenta como candidato, ele disse reconhecer, mas reafirmou a necessidade do grupo inteiro homologar sua candidatura.

Entre alguns conselheiros há quem diga que a chapa já estaria até formada. Vindo de Abilio Diniz, Pimenta teria como vice Julio Casares, enquanto Outem Aires de Abreu Filho, Eduardo Alfano, Leonardo Serafim e Dorival Decosseau disputariam a indicação para três vagas da Comissão Executiva, caso Pimenta seja eleito.

Tanto Leonardo Serafim quanto Julio Casares negaram veementemente essa possibilidade, afirmando que sequer tiveram contato com Eduardo Mesquita Pimenta.

Por outro lado, alguns nomes da oposição não descartaram ainda negociações que estavam em andamento com o candidato Roberto Natel. Newton Ferreira, por exemplo, não afirma que a oposição embarcaria na candidatura de Natel, mas deixa claro que as conversas continuam e que na política, tudo é muito dinâmico. Ele também descartou interferência de Abílio Diniz nas escolhas da oposição.

Segundo pude apurar com alguns membros da mesma oposição, as negociações com Roberto Natel poderiam ser para fazê-lo presidente do Conselho Deliberativo.

 

Paulo Pontes

 

 

5 comentários em “Lider da oposição não confirma nome de Pimenta como candidato do grupo

  1. Conversar com os grupos? Isso acontece porque não tem voto direto para presidente. Por isso que não existe renovação de dirigentes no SPFC. São sempre os mesmos. Oposição de P A T E T A S !
    Nem sabem como devem se portarem como conselheiros. Pau mandados tão somente.
    Lixo dos lixos!

    • Alexandre, o Pimenta lançou oficialmente sua candidatura. A oposição, no entanto, vai ter uma reunião na próxima semana para decidir sobre ela. Mas ele, independente de grupos, lançou sua candidatura. Entenda que na política tudo muda de forma muito veloz. Eu retrato o momento. Mas na matéria, perceba, não digo que ele não é candidato. Apenas que a oposição não a tornou oficial. Ele, sim, mantem como oficial.

  2. Paulo, lembro de você ter se manifestado a respeito de Abílio, embora não qual é sua opinião. Mas qual é a opinião dos conselheiros sobre o empresário? Que papel ele terá nessa eleição?

    • Os conselheiros não tem opinião formada sobre o Abilio. Temem que ele interfira na eleição para tentar, indiretamente, tomar conta do clube. Eu também tinha esse receio na elaboração do estatuto. Hoje prefiro esperar para me manifestar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*