Kardec admite incômodo com jejum de gols e projeta evolução

O atacante Alan Kardec não vive uma grande fase no São Paulo. Com apenas um gol marcado em 25 jogos na temporada, o jogador viu o argentino Calleri entrar na equipe titular e ganhar a posição após uma série de atuações decisivas.

Há quase dois meses sem marcar gols, Alan Kardec recebeu uma chance diante do Coritiba na última quarta-feira, mas seguiu sem balançar as redes. No desembarque da equipe em Guarulhos após o duelo no Sul do país, o atacante respondeu se o jejum atual incomoda e projetou uma evolução nas próximas partidas.

“Incomoda, mas a conversa com as pessoas tem sido muito boa. Em primeiro lugar ajudar a equipe. Eu acho que eu pude fazer alguma coisa (diante do Coritiba), pude ajudar. Mesmo que seja ligeira, houve uma melhora também. E estou me sentindo melhor fisicamente. A tendência é que tecnicamente eu venha a melhorar”, afirmou o atleta.

A redenção pode vir no próximo domingo, justamente diante do rival Palmeiras, clube pelo qual Alan Kardec teve uma boa passagem, mas saiu de forma conturbada. Apesar do período no Alviverde, o atacante afirma que isso não alterará seu desempenho. “Estou com a cabeça tranquila, Kardec é do São Paulo. É um clássico. Faremos de tudo para vencer”, projetou.

Kardec completou reafirmando as palavras do treinador Edgardo Bauza de que o clássico contra o Palmeiras é somente “mais um jogo”. No entanto, o jogador disse entender o lado da torcida. “É mais um jogo sim. Agora isso tem um peso maior para o torcedor do que para nós. Mas nós sabemos que é mais um jogo. Precisamos vencer para chegar a uma sequência boa”, projetou.

Sem presença garantida no clássico, Alan Kardec espera por uma chance de Edgardo Bauza. A presença do atacante na equipe titular deve depender da possibilidade de retorno de Calleri, que foi poupado diante do Coritiba.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.