Justiça não acata pedido e mantém contrato de Pato com Corinthians

Ao menos até setembro, Alexandre Pato segue vinculado ao Corinthians – e também ao São Paulo, consequentemente. O pedido de tutela antecipada para romper o contrato imediatamente foi negado pela Justiça do Trabalho, na manhã desta quinta-feira. Assim, o atacante fica à disposição do técnico Juan Carlos Osorio para a partida de domingo, contra o Avaí, no Morumbi.

Na ação judicial, o jogador alegou atraso de dez meses nos direitos de imagem, o que foi quitados em seguida pelo Corinthians. Para o juiz André Eduardo Dorster Araújo, responsável pela decisão na 61ª Vara do Trabalho, a Lei Pelé não aborda direitos de imagem, mas sim salário em carteira, tema que ainda será melhor apreciado no decorrer do processo.

Outro motivo para indeferir o pedido foi a inexistência de provas sobre propostas de outros clubes, como a defesa apontava. No entendimento do juiz, uma rescisão imediata é injustificável porque poderia levar o atacante a se transferir para qualquer outro time antes mesmo de julgado o processo, o que ocorrerá apenas em 3 de setembro.

Djalma Vassão/Gazeta Press

Alexandre Pato tem liminar negada pela Justiça e segue vinculado ao Corinthians; processo irá continuar

Portanto, se fizer o sétimo jogo com a camisa tricolor no Campeonato Brasileiro – o que deve ocorrer neste domingo -, Pato não poderá mais defender outro time na primeira divisão nacional. Mais do que isso: a janela de transferências internacionais vai de 22 de junho a 21 de julho, período que antecede a audiência.

Desde a notificação, o São Paulo dizia ter conhecimento de propostas de dois clubes italianos pelo jogador. Seu empréstimo vence em dezembro, ao passo que o contrato com o Corinthians é válido até o final de 2016.

Na manhã desta quinta-feira, o jogador treinou normalmente com o restante do elenco, no CT da Barra Funda. A atividade, no entanto, foi fechada por Juan Carlos Osorio. A imprensa só teve acesso ao campo no momento em que os jogadores finalizavam trabalho de finalização, a dois dias do jogo contra o Avaí.

7 comentários em “Justiça não acata pedido e mantém contrato de Pato com Corinthians

  1. A função de Pato é fazer gols, fazendo isso e levando o time as vitórias pouco me importa se ele gosta mais ou menos do SPFC. Ele vai passar como já passaram centenas de jogadores, mas poucos conseguiram criar uma identidade forte e duradoura junto a história clube.

  2. Se essa diretoria fosse de bago roxo, reincidiria o contrato e devolveria para as galinhas e eles que se fod…… com esse mercenário dos infernos!

  3. Concordo com o comentário do Rafael, abaixo. Se ele continuar no SP, vai ter que correr muito e jogar idem, para que a torcida volte a ter confiança nele. Acho que foi um tiro no pé, ter incluído o SP na ação; agora ele é persona não grata nos dois clubes. Só se mudar seu comportamento e fizer muitos gols vai conseguir passar sobre essa situação e voltar a ser protagonista no SP. Com o futebol que está jogando, não acredito que consiga…

    • Amigo, ele não incluiu o SP na ação. Ele é do Corinthians, acionou o Corinthians. Ele teria a opção de continuar no SP depois disso se ele ganhasse. Claro que não ia, mas não cabe a nós o julgarmos

      • Bruno, ele deixou claro que queria se desfazer dos dois clubes e ir para outro, ele entrou com a ação contra o Corinthians e CITOU o São Paulo também e deixou claro o desejo de sair de AMBOS e ir para outro clube.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.