Jucilei diz que este ano jejum de títulos do São Paulo tem que acabar

Três vitórias, quatro empates e seis derrotas. O retrospecto recente do São Paulo em clássicos, desde janeiro do ano passado, está bem longe do que a torcida está acostumada. Mas neste domingo, contra o Santos, às 17h, no Morumbi, pelo Paulistão, o Tricolor terá a chance de começar a se redimir. Jucilei, por exemplo, está confiante.

O volante, por sinal, afirmou que o Tricolor precisa acabar com o jejum de títulos este ano. A última conquista do São Paulo foi a Copa Sul-Americana de 2012.

– O São Paulo é um time muito grande e quando fica todo esse tempo sem ganhar título é lógico que vai ser cobrado. Este ano tem que acabar isso – falou Jucilei.

Um dos jogadores mais regulares do São Paulo, Jucilei também falou da dificuldades que o Tricolor tem tido em clássicos, do rival Santos e dos motivos que levam a torcida a gostar dele.

O São Paulo tem tido nos últimos anos um problema sério com clássicos. Em um campeonato como o Paulista, no qual os clássicos parecem ter mais importância, o quanto vocês sentem que precisam ganhar esses jogos?

– A gente precisa ganhar todos os jogos, mas eu acho que o clássico tem um sabor diferente para nós e para o torcedor. A gente precisa melhorar esse aspecto. Precisamos vencer mais. Estamos devendo um pouco. E domingo temos a oportunidade de vencer dentro de casa diante do nosso torcedor.

– Clássicos são decididos nos detalhes, né! Sabemos que temos de vencer. A nossa torcida está um pouco impaciente. O time está em construção, mas também em evolução. Há quatro jogos sem tomar gol e com vitórias… Isso dá confiança para o time. O elenco vai mais confiante para um clássico. E uma vitória no clássico muda tudo, dá mais força para o restante do campeonato.

Você fala em confiança, mas a torcida não esteve muito paciente em alguns jogos. É por isso que também é importante vencer um clássico, para acalmar a torcida?

– São nesses jogos que você vê a qualidade do time. Mas se você vencer todos os jogos por 1 a 0 vai ser campeão. A torcida, eu acho, tem que ter um pouco de paciência. Eu entendo que o último título do São Paulo foi em 2012 (Copa Sul-Americana), mas a gente quando entra em campo tem sempre o intuito de vencer, ainda mais em clássico. Vamos dar alegria este ano.

Sobre a impaciência da torcida, você acha que está ligada ao fato de o time ainda não ter mostrado um bom futebol ou pelo que ficou ainda da briga contra o rebaixamento no ano passado?

– Eu acho que o peso de antes, de cinco anos atrás… O São Paulo é um time muito grande e quando fica todo esse tempo sem ganhar título é lógico que vai ser cobrado. Este ano tem que acabar isso. Temos que dar alegria para o torcedor, porque foi sensacional o que eles fizeram ano passado (lotando os jogos na luta contra o rebaixamento).

Em relação ao Santos, quais você acha que são os maiores perigos do adversário?

– O Santos sempre foi um time muito rápido. Tem o Gabigol, que sabemos que é um cara muito inteligente e habilidoso. Mas dentro de casa a gente tem que ganhar, respeitando o Santos, mas tem que vencer, porque estamos precisando vencer um jogo grande como esse.

Por que você acha qua torcida do São Paulo gosta tanto de você?

– Pelo meu empenho, dedicação e regularidade. Se você pegar os meus jogos pelo São Paulo, eu procuro sempre manter um nível bom nos desarmes, nos passes. Eu acho que a regularidade conta muito. Isso chama a atenção e faz por merecer o reconhecimento da torcida.

Você disse mais acima que “este ano tem que acabar com isso”. É uma sensação que está cada vez mais evidente para o elenco?

– O São Paulo é um time gigante, não pode ficar tanto tempo sem conquistar um título. Nosso time está muito focado e sabe da responsabilidade que é esse jogo e o decorrer do campeonato. A gente sabe que precisa ganhar um título dos quatro disputados (Paulista, Copa do Brasil, Brasileirão e Copa Sul-Americana.

Fonte: Globo Esporte

2 comentários em “Jucilei diz que este ano jejum de títulos do São Paulo tem que acabar

  1. Por sinal Jucilei e Petros não conseguem contribuir em nada no ataque ,gols????? nem pensar ,tem aparecer mais proximo da area (as vezes claro) ajudar a desafogar o ataque ,elemento surpresa sabe.
    Devem ser uma das duplas de volante com menos gols no mundo ta loco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*