J. Schmidt critica ataque do São Paulo: “não adianta criar e não fazer gol”

Mais uma vez o São Paulo ficou sem fazer gol em um jogo e perdeu para a Chapecoense por 2 a 0. De acordo com o volante João Schmidt, o ataque tem sido o principal problema do time tricolor no Campeonato Brasileiro.

“A gente criou chances, mas não adianta criar e não fazer gol. Hoje, como no campeonato todo, a gente não aproveitou as chances. O time pode até criar, mas a gente está falhando na finalização”, afirmou João em entrevista ao Premiere.

Até agora o São Paulo fez 37 gols em 36 jogos no Campeonato Brasileiro. É o 4º pior ataque do campeonato. Com a derrota, a equipe ficou no 13º lugar da tabela, com 46 pontos.

5 comentários em “J. Schmidt critica ataque do São Paulo: “não adianta criar e não fazer gol”

  1. Em outros momentos ele estaria certo pois morremos de fome com esse ataque no campeonato esse Chávez não acerta o gol á um palmo na frente dele com os gols perdidos dele não estaríamos onde estamos São gols visíveis

  2. Ja disse jogadores do sao paulo falam d+, primeiro RC, agora Joao Schmidt , tudo bem o ataque nao fez gol, mas la tem um goleiro que esta la para defender tudo que puder, agora ele critica mas ele nao ajudou a proteger a zaga que seria sua função, é um jogador meia boca mais nada, entao Joao aconselho a assistir a partida novamente e ver o que vc nao fez na partida antes de criticar.

  3. Esse cara ainda tem que provar que pode jogar no Tricolor. Quem ouve ele falar pensa que estamos diante de Toninho Cerezzo, quando na verdade não passa de um meio-campista apenas meia-boca.

  4. Ué ………
    então a defesa com ele incluido fez a sua parte ????
    Por acaso o resultado foi empate ?????
    Abre a boca prá falar besteira !
    E , por sinal,
    os dois gols foram de falhas da ” volância ” na proteção
    na frente da zaga !!!!

  5. De que adianta falar, falar, falar se o nao fazem nem o minimo, RCaio reclamou agora o Joao, falam d+ e jogam d-, falar é facil mas mostrar eficiencia em campo é outro, treino é treino, jogo é jogo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*